Das ruas ao abrigo: 57 pessoas recebem acolhimento na Passarela da Cidadania

Frio acentuado aumentou o número de abrigados para 200 pessoas que recebem comida, banho, roupas, acompanhamento psicossocial e pernoite

Por conta do frio que vem sendo registrado em Florianópolis, sobretudo nesta segunda feira (14), 57 pessoas em situação de rua foram acolhidas na Passarela da Cidadania. No local, os cidadãos recebem comida, banho, doação de roupas, acompanhamento psicossocial e um lugar para repousar.

Força- tarefa acolhe pessoas em situação de rua na Capital catarinense. – Foto: Leonardo Sousa/PMF/ NDForça- tarefa acolhe pessoas em situação de rua na Capital catarinense. – Foto: Leonardo Sousa/PMF/ ND

A Passarela da Cidadania é um espaço de acolhimento emergencial de pessoas em situação de vulnerabilidade. Elas são convidadas a sair das ruas e, aquelas que aceitam, são levadas e recebem assistência, inclusive com  reinserção no mercado de trabalho.

Para abordar as pessoas nas ruas, a força-tarefa recebeu o apoio da  Secretaria de Assistência Social, da Guarda Municipal, da Superintendência de Gestão de Resíduos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, do Ministério Público, da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Conseg e do Instituto Geral de Perícias.

Atividades na Passarela da Cidadania

O trabalho desenvolvido na Passarela da Cidadania acontece por meio da Secretaria de Assistência Social, ONG Nurrevi, de voluntários e doações da rede Solidária Somar Floripa.

Marcos Ramos, diretor geral da Nurrevi, explica que no primeiro momento, é feito um atendimento psicológico “que vai tratar do histórico da pessoa, conhecê-la e cadastrá-la no sistema”.

São 200 pessoas abrigadas no local atualmente. Os moradores recebem quatro refeições ao dia, atendimento psicológico, apoio com a recuperação de documentos e cursos profissionalizantes de panificação, confeitaria, hotelaria, turismo e outras atividades.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cidadania

Loading...