Empresário Júlio Tedesco será homenageado pela FIESC com a comenda máxima industrial de SC

Empresário Júlio Tedesco será homenageado pela FIESC – Foto: DivulgaçãoEmpresário Júlio Tedesco será homenageado pela FIESC – Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (22), a Federação da Indústria Catarinense (FIESC) irá conceder a comenda ao visionário empresário Júlio Tedesco (in memorium) com a Medalha Ordem do Mérito Industrial de SC 2020, um reconhecimento ao trabalho executado na empresa Primo Tedesco S.A, indústria mundialmente conhecida e que há três gerações atua na vanguarda da inovação aliada a sustentabilidade. A comenda também se dá pela grande transformação de Balneário Camboriú no setor do Turismo. A homenagem foi anunciada em junho de 2020, mas devido as restrições decorrentes da pandemia o evento foi adiado para essa data. A entrega da homenagem será realizada à esposa do empresário, Vani Tedesco.

“Essa é a maior honraria que a FIESC concede àquelas pessoas que merecem o reconhecimento, tanto pela atividade econômica como pelo envolvimento com a comunidade. Os industriais catarinenses que selecionamos foram merecedores de indicações”, divulgou o presidente da Federação, Mario Cezar de Aguiar, por meio de uma nota.

Criada em 2000, a Ordem do Mérito Industrial reconhece anualmente até cinco personalidades ou organizações que tenham contribuído para o desenvolvimento da indústria catarinense.

A trajetória de Júlio Tedesco

Júlio Tedesco se tornou um dos maiores empresários do país, com sólidos investimentos na indústria e no setor turístico. Na indústria, deixa um história de inovação e respeito ao meio-ambiente. Júlio Tedesco dá sequência ao legado do avô, Primo Tedesco, que em 1939 em Caçador, constrói uma pioneira fábrica de pasta mecânica movida por uma pequena turbina instalada no Rio do Peixe,  que se tornaria uma grande organização de fabricante de papel e embalagem e em 2016 se torna o maior produtor mundial de sacos de cimento por dois anos consecutivos. Hoje, Primo Tedesco está presente em 13 países e conta com mais de 800 colaboradores diretos.

Pelos feitos na década de 50, o patriarca Primo Tedesco recebe o título de Comendador da Ordem da Árvore. Enquanto as matas eram derrubadas, Primo se tornava o primeiro reflorestador da região. Em 1962, Júlio Tedesco começa a atuar nas empresas do grupo e em 1969 é fundada a Unidade de Embalagem de Papelão Ondulado em Canoas (RS). Em 1978, Júlio Tedesco assume a Presidência do Grupo Tedesco. Dez anos mais tarde, executa o maior projeto de despoluição de Santa Catarina no Rio do Peixe, indicado até os dias de hoje como modelo no Estado.

Em 2006, recebe da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC) a Medalha de Mérito Carl Hoepcke, como destaque nos mais diversos setores da indústria, turismo e assistência social. Em 2008, a empresa recebe pela primeira vez o prêmio ambiental mais importante do estado, o Troféu Fritz Muller. E, em 2012, a startup de operações da primeira linha de sacos industriais, com tecnologia de ponta

mundial da alemã Windmöller. Em 2016, conquista o recorde mundial da produção de saco em máquina Windmöller pela primeira vez. E em 2021, inicia-se a operação da nova caldeira de biomassa com cogeração de energia de 3 MW.

No setor de turismo, em 1948, Normando Tedesco, seu pai, começou os investimentos em Balneário Camboriú. Em 1962, Júlio Tedesco começa a atuar nas empresas do grupo. Na década de 70, começa a investir em turismo e, em 1978, ele assume a presidência do Grupo Tedesco. Na década de 80, Júlio Tedesco inicia a transformação da Barra Sul em polo de lazer com a instalação de equipamentos de destaque como ícones do turismo, como o Camping Camboriú, Boliche, Shopping de Verão e incremento no transporte público com o Bondindinho. Em 1998, inaugura o 1º grande equipamento turístico de Balneário Camboriú, o Parque Unipraias, sendo ele o idealizador. Em 2006, inaugura a Tedesco Marina sendo o grande  impulsionador e transformador empreendimento para o setor náutico de Balneário Camboriú e Santa Catarina. Mas as ações não param por aí: em 2013, idealiza os Bondinhos Aéreos de Canela, no Rio Grande do Sul. No ano seguinte, o Teleférico de Aparecida, em São Paulo e, em 2016, inaugura o Atracadouro Barra Sul, novamente abrindo outro importante setor náutico e uma nova matriz econômica pra Balneário Camboriú , a rota de navios de cruzeiro. Atualmente, os equipamentos turísticos do grupo empregam cerca de 470 colaboradores.

+

Cidadania

Loading...