Frio intenso mobiliza atendimento para pessoas em situação de rua na Grande Florianópolis

Prefeituras preparam espaço para acolhimento durante as noites com previsão para maior onda de frio desde 1955

A previsão de frio intenso a partir desta terça-feira (27), que deve passar por Santa Catarina mobilizou os municípios da Grande Florianópolis a prepararem uma “força-tarefa” para auxiliar no acolhimento das pessoas em situação de rua.

Imagem mostra pessoas dentro da Passarela Nego Quirido em espaço para acolhimentoPassarela da Cidadania é um dos pontos de acolhimento em Florianópolis- Foto: Divulgação/PMF/Arquivo/ND

Florianópolis

A previsão de frio intenso que deve passar por Santa Catarina mobilizou os municípios da Grande Florianópolis a prepararem uma “força-tarefa” para auxiliar no acolhimento das pessoas em situação de rua.

Em Florianópolis, uma ação começará nesta terça-feira (27), com o intuito de circulas pela cidade e encontrar pessoas que estão em situação vulnerável, explicando a previsão e convocado para que aceitem passar a noite na Passarela da Cidadania ou no hotel credenciado pela prefeitura.

com o trabalho da Secretaria de Assistência Social, Defesa Civil, Fundação Somar, Polícia Militar e Guarda Municipal de Florianópolis, e deve orientar as pessoas em situação de rua a aceitarem abrigo durante o período de frio.

Trabalhos se intensificam quando há previsão de frio – Foto: Leonardo Sousa/PMF/Divulgação/NDTrabalhos se intensificam quando há previsão de frio – Foto: Leonardo Sousa/PMF/Divulgação/ND

Serão 300 vagas disponíveis para passar a noite, mas que podem ser ampliadas, a depender da demanda.

Além disso, a população também pode contribuir. É possível informar a equipe de Resgate Social sobre pessoas em situação de rua através dos números (48) 99182-6870 ou (48) 99169-3044, ou até mesmo direcionar estas pessoas à Passarela, ambos os serviços podem ser feitos durante às 24 horas por dia.

Outros números de apoio podem ser acionados, como a Defesa Civil de Florianópolis, pelo 199, Guarda Municipal, pelo 153, Polícia Militar, pelo 190 e SAMU pelo, 152.

Vale ressaltar que o atendimento às pessoas vulneráveis é disponível para qualquer pessoas que necessite. Quando há previsão de frio, os trabalhos se intensificam, para evitar que qualquer cidadão durma na rua.

Além disso, a Fundação Somar receberá doações de roupas, cobertores e meias. A necessidade maior é de doação de roupas masculinas.

Pontos de coleta

  • Supermercados Angeloni, Imperatriz, Fort Atacadista e Brasil Atacadista de Florianópolis;
  • Mercado Harmonia, Barra da Lagoa;
  • Multi Open Shopping, no Rio Tavares;
  • Instituto Embelleze, no Centro;
  • Clube Social e Desportivo (ELASE), na Carvoeira;
  • All In Storage, no Coworking Lemonadde, do Itacorubi;
  • Larissa Bovo Fitwear, no Centro;
  • Todas as unidades do Pró-Cidadão e Procon;
  • Secretaria do Continente;
  • Sede da Fundação Somar, rua Tenente Silveira, 60 – 1º andar.

Palhoça

A Secretaria de Assistência Social de Palhoça disponibilizará local para pessoas em situação de rua ou quem encontra de passagem pela cidade e necessita de abrigo provisório.

Palhoça terá local para acolhimento de pessoas em situação de rua – Foto: PMP/Divulgação/NDPalhoça terá local para acolhimento de pessoas em situação de rua – Foto: PMP/Divulgação/ND

O local funcionará no segundo andar do Centro de Convivência do Idoso, na rua Padre João Batista Réus, s/n, no bairro Caminho Novo. O espaço oportuniza aos usuários tomar banho, sendo que todos os materiais de higiene e limpeza são fornecidos pela pasta.

Ainda de acordo com a Prefeitura de Palhoça, assim como será disponibilizado três refeições (café da tarde, jantar e café da manhã) e passar a noite permanecendo das 17h às 7h do dia seguinte.

São José

O município ampliou o número de vagas para atendimento às pessoas em situação de rua com mais de 50 vagas disponíveis no CATI (Centro de Atenção à Terceira Idade) de São José, na Avenida Acioni Souza Filho, s/n, no bairro Praia Comprida, que funcionará de terça-feira (27) até sábado (31).

A mesma estrutura de serviço e auxílio é oferecida diariamente no Centro Pop, rua Camilo Veríssimo da Silva, nº 104, no bairro Roçado, das 8h às 17h, para acolhimento nas noites de inverno.

Além disso, disponibiliza o acesso a higiene pessoa e refeições (jantar, café da manhã e almoço). Assim como, segundo a Prefeitura de São José, os que aceitam, participam de grupos de conversa, atendimento de assistentes sociais, médicos, psicólogos e de defensor pulico.

O abrigo emergencial é aberto nas noites de frio intenso (abaixo de 10ºC) e, nesses dias, as abordagens e atendimentos são realizados das 19h às 7h.

Biguaçu

A Prefeitura de Biguaçu disponibiliza o Abrigo Municipal Temporário, localizado na rua João marcondes de Mattos, nº 128, Centro, com capacidade de acolhimento de até 15 pessoas em situação de rua, sendo 12 vagas masculinas e três femininas. O local conta com atendimento de equipe psicossocial, composta por assistente social e uma psicóloga.

Além disso, um novo espaço será aberto nesta quarta-feira (26), para abrigar 15 pessoas por noite, com acomodação, alimentação e higiene pessoal. Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, o alojamento funcionará das 18h às 8h, anexo à Igreja Redenção da Comunidade Missionária, na rua Lúcio Born, nº 123, Centro.

Para a pernoite, serão utilizados colchões individuais com distanciamento de segurança, de acordo com as medidas de prevenção contra a Covid-19. Aqueles que apresentarem quaisquer sintomas da doença, serão encaminhados para os serviços de saúde.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cidadania

Loading...