Fabio Gadotti

fabio.gadotti@ndmais.com.br Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


MPSC vai apurar prejuízos causados pela greve da Comcap

Investigação vai tratar sobre consequências da interrupção da coleta do lixo, além dos casos de sabotagem, intimidações e depredações do patrimônio público

Grevistas da Comcap durante protesto na rua Tenente Silveira na semana passada: trânsito bloqueado e lixo espalhado pelas ruas – Foto: Gustavo Bruning/NDGrevistas da Comcap durante protesto na rua Tenente Silveira na semana passada: trânsito bloqueado e lixo espalhado pelas ruas – Foto: Gustavo Bruning/ND

A 30ª Promotoria de Justiça da Capital abriu nesta segunda-feira (25) uma investigação para apurar os prejuízos causados pela greve dos trabalhadores da Comcap, deflagrada em reação ao projeto do Executivo que mexe na estrutura da autarquia e revoga privilégios da categoria, com equiparação aos benefícios dos demais servidores.

O promotor de Justiça Daniel Paladino explicou que o objetivo é “quantificar e dimensionar” os danos à cidade desde o momento em que a paralisação foi considerada ilegal pelo Poder Judiciário.

Com a medida, o Ministério Público estadual vai apurar as consequências da interrupção da coleta do lixo, situação agravada pelas chuvas dos últimos dias, além dos casos de sabotagem, intimidações e depredações de patrimônio público denunciadas nos últimos dias.

O inquérito civil, de acordo com Paladino, vai servir para punição civil e criminal dos responsáveis pelos atos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...