VÍDEO: Saiba como será a construção da ciclovia na avenida Mauro Ramos em Florianópolis

Prazo de execução da obra, assim que iniciada, deve ser de 150 dias e a prefeitura afirma que já tem um pré-requisito para isso acontecer; confira

Na avenida Madre Benvenuta, em Florianópolis, a revitalização do canteiro central, das ruas e a construção da ciclovia deram cara e movimento novo ao local. O modelo deve servir de inspiração para outra avenida, que fica no coração da Capital, a Mauro Ramos.

Projeto de ciclovia na avenida Mauro Ramos, em Florianópolis – Foto: Divulgação/PMF/NDProjeto de ciclovia na avenida Mauro Ramos, em Florianópolis – Foto: Divulgação/PMF/ND

Segundo o secretário de Infraestrutura de Florianópolis, Valter Gallina, “incentivando esse novo modal de transporte, estamos humanizando essa avenida, trazendo pessoas pra dentro da avenida. A gente imagina que dessa forma a gente muda o conceito dessa via. Similar ao que foi feito e deu muito certo na avenida Madre Benvenuta”.

De acordo com a prefeitura, a licitação para o projeto da ciclovia será lançada ainda em fevereiro, com previsão de investimentos na casa dos R$ 5 milhões. Serão 2,6 km de ciclovia no canteiro central da avenida, ligando a Prainha até a Beira-Mar Norte.

O prazo de execução da obra, assim que iniciada, deve ser de 150 dias e a prefeitura afirma que já tem um pré-requisito para isso acontecer. A ideia é que os trabalhos sejam apenas noturnos, para evitar consequências graves para o trânsito da avenida.

“Vai ser 100% período noturno. Foi uma exigência do prefeito. Nós já colocamos isso no edital. Ou seja, as horas extras já estão no edital. Então, a exigência é de que vai ser 100% do período das 22h30, 23h, até as 5h30, 6h”, disse Gallina.

Vinicius Leyser da Rosa é morador do bairro Trindade, mas trabalha na região central. Ele utiliza a bicicleta como forma de locomoção e é membro da Amobici (Associação Mobilidade por Bicicleta e Modos Sustentáveis). Para ele, a construção da ciclovia é uma novidade importante.

“Essa aqui na Mauro Ramos vai ser um grande avanço pra essa região central da cidade, porque ela dá acesso pra órgão públicos, colégios e institutos de educação. Com certeza vai alavancar o uso da bicicleta aqui”, comemorou Rosa.

Em alguns momentos, o ciclista chega a evitar o trecho da avenida, porque já sabe que a segurança passa longe para quem está de bicicleta: “Sempre que possível, eu acabo passando por ruas mais tranquilas ali no Centro da cidade, algumas que já tem ciclofaixa inclusive, como a Trompowsky e a Gama D’eça, e evito aqui. Mas, com certeza, a hora que tiver ciclovia aqui na Mauro Ramos vai facilitar bastante pra muita gente.”

Ciclovia da avenida Hercílio Luz em Florianópolis – Foto: Foto: Marco Santiago/Arquivo/NDCiclovia da avenida Hercílio Luz em Florianópolis – Foto: Foto: Marco Santiago/Arquivo/ND

Muitas outras pessoas também sofrem com a atual falta de estrutura que o projeto da ciclovia pretende melhorar. Conforme o conselheiro de Mobilidade Urbana de Florianópolis Fabiano Fraga Pacheco, a avenida Mauro Ramos “é uma zona de confluência de pessoas das mais variadas condições socioeconômicas, idades, atribuições. Justamente por isso é importante que seja uma via de inclusão”.

Uma pesquisa feita em 2011 já apontava essa dificuldade na avenida. “Enquanto a média de uso da bicicleta em Florianópolis era de 2,5%, na avenida Mauro Ramos, por questões de segurança, era de apenas 0,5%. Quando a gente compara a proporção de mulheres ciclistas em relação aos homens, essa proporção era ainda menor. De cada dez ciclistas que passavam pela avenida Mauro Ramos, menos de um era do sexo feminino”, contou Pacheco.

A construção da ciclovia na avenida Mauro Ramos é um passo a mais na inclusão de outros modais no trânsito de Florianópolis, preocupação que segue em pauta. Para se ter uma ideia, em 2017, a Capital tinha 75 km de sistema cicloviário, entre ciclofaixas, ciclovias e ciclorrotas. Em 2020, esse número subiu para cerca de 145 km e fechou 2021 na casa dos 177 km.

O secretário Gallina destacou que o Município está “fazendo uma ciclovia na Via Expressa Sul, que deverá ficar concluída até março, abril. Queremos trazer então aquela ciclovia, interligar a ciclovia da Prainha, pegar a Mauro Ramos e interligar lá na Beira-Mar Norte. A gente crê que essa alça ligando a Beira-Mar Sul com a Beira-Mar Norte vai ajudar também o modal de transporte através das bicicletas”.

Saiba mais sobre a obra na reportagem do Balanço Geral Florianópolis.

+

BG Florianópolis

Loading...