Padre diz que está apaixonado durante missa e deixa batina

Riccardo Ceccobelli, de 41 anos, afirmou que "quer tentar viver esta amor ao máximo, sem o apagar ou reduzir"; identidade da namorada ainda não foi revelada

O padre Riccardo Ceccobelli, de 41 anos, sacerdote da diocese de Todi, no centro da Itália, anunciou que está apaixonado e deixará a batina para viver com uma mulher. A informação é do jornal Corriere della Sera.

Padre se apaixona e deixa batina para viver amor na Itália – Foto: Redes sociais/ReproduçãoPadre se apaixona e deixa batina para viver amor na Itália – Foto: Redes sociais/Reprodução

“Não posso continuar sem ser coerente, transparente e correto, como sempre fui até agora. Mas o meu coração está enamorado. E eu quero tentar viver esta amor ao máximo, sem o apagar ou reduzir”, disse o padre na igreja local, durante a missa dominical.

Conforme um comunicado da diocese, Riccardo informou a seu superior, o bispo Gualtiero Sigismondi que havia se apaixonado. “Meu coração se apaixonou. Nunca tive a possibilidade de trair as promessas que fiz, mas quero tentar viver esse amor”, disse.


Segundo o Corriere della Sera, o romance era comentado por fiéis, que viram o padre passeando com uma mulher. A família de Riccardo diz que não está supresa com a notícia.

“Somos uma família muito católica, e eu rezei para que o meu filho fosse padre. Ele é uma pessoa naturalmente boa. Na juventude teve uma namorada, talvez até mais, mas não fiquei surpreendida quando me disse que queria ser padre. Tinha vivido a sua vida”, afirmou a mãe do ex-padre.

Uma prima de Riccardo contou que recorda que o padre “sempre foi um rapaz muito bonito e que fazia sucesso entre as mulheres”. A identidade da namorada não foi revelada.