Políticos lamentam a morte da mãe do presidente Jair Bolsonaro; veja repercussão

Olinda Bolsonaro estava internada desde a última segunda (17) em um hospital no interior de São Paulo

Políticos e personalidades lamentaram a morte de Olinda Bonturi Bolsonaro, mãe do presidente Jair Bolsonaro, na madrugada desta sexta-feira (21).

Ela estava internada desde a última segunda (17) no Hospital São João, em Registro, no interior de São Paulo. As informações são do R7.

Olinda Bolsonaro com os filhos e netos – Foto: ReproduçãoOlinda Bolsonaro com os filhos e netos – Foto: Reprodução

O deputado Eduardo Bolsonaro utilizou sua rede social para compartilhar a notícia. “Na memória momentos doces da minha infância até os mais recentes com ela e sua risada peculiar”, escreveu.

Gilson Machado, ministro do Turismo, também prestou sua homenagem à mãe do presidente. “Dona Olinda, a senhora agora está com o nosso pai”, comentou.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, publicou um story em uma rede social citando um trecho do livro de Apocalipse, da Bíblia. “Em oração pela minha família”, postou.

Primeira-dama Michele Bolsonaro lamentou a morte da mãe do presidente – Foto: Reprodução / InstagramPrimeira-dama Michele Bolsonaro lamentou a morte da mãe do presidente – Foto: Reprodução / Instagram

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, também lamentou a morte de dona Olinda nas redes sociais. “Orando agora pelo nosso presidente. Dona Olinda Bolsonaro, a mãe que ele tanto amou e honrou, foi para o céu. Que Deus console toda família. O senhor foi um filho extraordinário, presidente. Força, Michelle! Força, meninos! Descanse em paz, Dona Olinda”, escreveu.

Outro que se manifestou sobre a morte da mãe do presidente foi o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub. “Meus sentimentos ao presidente Jair Bolsonaro. Sua mãe está com Deus”, postou.

As deputadas deputadas Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF) também postaram homenagens em solidariedade ao presidente e sua família.

A Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República emitiu uma nota oficial sobre a morte da mãe do chefe do Executivo. “Que Nosso Senhor acolha a alma de Dona Olinda e ampare o senhor Presidente da República e demais familiares.”

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a morte de sua mãe na madrugada desta sexta-feira (21). “Com pesar o passamento da minha querida mãe. Que Deus a acolha em sua infinita bondade”, escreveu em suas redes sociais.

A informação da morte de dona Olinda foi confirmada pela assessoria de imprensa de Eldorado, onde ela morava. A cidade fica ao Sul do estado de São Paulo, a cerca de 50 km de Registro. Junto dela estavam duas de suas filhas: Denise e Vânia Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro estava em viagem internacional ao Suriname e Guiana para discutir parcerias com as lideranças dos países, que recentemente descobriram reservas de petróleo.

Após a morte da mãe, Bolsonaro anunciou em sua rede social que voltaria ao Brasil para se despedir dela. O presidente teria um encontro com o presidente da República Cooperativa da Guiana, Irfaan Ali, nesta sexta (21).

Confira a repercussão:

+

Cidadania

Loading...