Fabio Gadotti

fabio.gadotti@ndmais.com.br Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Projeto sobre nomes de bens públicos divide opiniões na Câmara de Florianópolis

Projeto de vereador proíbe alteração de denominações de locais "batizados" há mais de 10 anos

Projeto do vereador Ricardo José de Souza, o Diácono Ricardo (PSD), está dividindo opiniões na Câmara de Florianópolis.

O texto, que começou a ser discutido em plenário na sessão desta terça-feira (30), proíbe alterar nomes de bens públicos que já foram “batizados” há mais de 10 anos.

Dois projetos que tramitam na Câmara de Florianópolis propõem alterar o nome de um trecho da a0venida Hercílio Luz: um sugere Marielle Franco, e o outro, Olga Luz – Foto Flavio Tin/Arquivo/NDDois projetos que tramitam na Câmara de Florianópolis propõem alterar o nome de um trecho da a0venida Hercílio Luz: um sugere Marielle Franco, e o outro, Olga Luz – Foto Flavio Tin/Arquivo/ND

“A falta de respeito ao passado faz com que aconteçam frequentes mudanças de denominação de bens e logradouros públicos, nem sempre do interesse público”, disse o autor.

Ele também lembra que “vários municípios do mundo” já estabeleceram leis nesse sentido e que a iniciativa pretende “respeitar os nomes consagrados pelo uso e pela legislação”.

Favoráveis à iniciativa dizem que a medida contribui para respeitar a “memória do município”, evitando que pessoas sem qualquer ligação com a cidade sejam homenageadas.

Os vereadores contrários entendem, no entanto, que o projeto dificulta a reparação histórica de homenagens feitas a personalidades com trajetória questionável.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...