Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Projeto voluntário inicia construção de casas destruídas por incêndio em Florianópolis

Corrente do bem entra na segunda etapa de arrecadação de recursos para obras em comunidade do Morro da Cruz

Projeto arquitetônico das casas no Monte Serrat, em Florianópolis, foi feito por arquitetos e urbanistas voluntários – Foto: Divulgação/ND

O projeto voluntário Morada Monte Serrat está na segunda etapa de arrecadação de recursos para construção de três casas que foram destruídas por um incêndio no final de março na comunidade do Morro da Cruz, em Florianópolis.

Até 24 de agosto foram obtidos R$ 29,9 mil e agora a meta é angariar outros R$ 30 mil para viabilizar a instalação do canteiro de obras e a execução das fundações e superestrutura das construções.

A corrente do bem é formada pelo Centro de Pastoral e Espiritualidade Nossa Senhora do Mont Serrat, conselho comunitário, Instituto Pe. Vilson Groh, Movimento Traços Urbanos e Engenheiros sem Fronteiras.

Três arquitetos e urbanistas, Bernardo Bahia, Marcelo Eischstadt Nogueira e Matheus Pivetta, assumiram de forma voluntária o desenvolvimento dos projetos arquitetônicos de cada uma das casas de forma voluntária. Eles trabalharam de forma integrada, já que as três casas ficam no mesmo terreno e os moradores são todos da mesma família.

Doações podem ser feitas pela plataforma Benfeitoria ou diretamente por depósito na conta do Centro de Pastoral e Espiritualidade Nsa. Sra. do Mont Serrat.