Rua Koesa, em São José, passará por revitalização; veja detalhes do projeto

Empresários locais entregaram proposta à prefeitura de São José. Se aprovada, a revitalização da Rua Koesa vai privilegiar o convívio humano

O projeto Viva Koesa, que revitalizará uma das vias mais importantes de São José, está com a prefeitura local. que analisará a viabilidade da transformação proposta por empresários, pela Aemflo (Associação Empresarial da Região Metropolitana de Florianópolis) e pela CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) da cidade.

Rua Koesa em São JoséCentenas de empresas estão na Rua Koesa e eles querem outra via para o futuro – Foto: Leo Munhoz/ND

Entre as mudanças previstas, a rua perderá todo o estacionamento para dar mais espaço às pessoas. “A Koesa é completa, tem uma oferta de serviços e comércio diversificada, mas tem pouco espaço para pessoas, principalmente os pedestres”, comentou a arquiteta Juliana Castro, da JA8, que assina o projeto de revitalização.

“Vamos manter a circulação dos carros, porém, reduzindo os estacionamentos, ganhamos espaço para ciclofaixa em toda a rua. Vamos aumentar a largura dos passeios públicos, rever a sinalização e incluir ilhas de amenidades com mobiliário e arborização”, explicou a arquiteta.

Carros na Rua Koesa de São JoséMenos carros e mais pedestres é uma das propostas do projeto para a Rua Koesa – Foto: Leo Munhoz/ND

Outra novidade será o cabeamento subterrâneo, inclusive no sistema de gás. O investimento parcial do projeto, que será revisado pela prefeitura, é de R$ 2,2 milhões, faltando a parte de cabeamento.

Vice-presidente de assistência e serviços da Aemflo, Rosana Majolo, disse que a iniciativa, com os parceiros atuais, começou em agosto de 2019, mas o plano de revitalizar a Koesa surgiu em 2014.

Ciclista e pedestre terão prioridade na futura Rua Koesa de São JoséÁrvores, ciclovias e mais espaço para os pedestres serão marca da Rua Koesa, após revitalização – Foto: Leo Munhoz/ND

“Escolhemos a rua Koesa devido a proporção. São quadras menores e um mix com gastronomia, saúde, beleza, escola, muito movimento, então, era um ambiente propício para um projeto de humanização”, disse Rosana. Na avaliação dela, o projeto avançará, porque foi feito com os maiores interessados.

“Chamamos moradores antigos, representantes que foram contra [o projeto] em 2014, ouvimos as opiniões. Então, o primeiro ponto que destaco é o coletivo”, registrou.

Rua Koesa abriga centenas de empresas ligadas aos mais diversos setores, como saúde, gastronomia, educação e construção civil – Foto: Leo Munhoz/NDRua Koesa abriga centenas de empresas ligadas aos mais diversos setores, como saúde, gastronomia, educação e construção civil – Foto: Leo Munhoz/ND

“Não é uma rua igual do início ao fim. O projeto está encaixado na necessidade local e os empresários abraçaram, porque se veem em cada pedacinho”, destacou.

Espaço de convivência de qualidade

A arquiteta Luíse Deschamps pertence à terceira geração da família que atua na RDO, construtora localizada na rua Koesa. Gerente de produtos, ela disse que a empresa quer contribuir na cidade e, por isso, se envolveu no projeto.

Projeto quer privilegiar pedestres e abrir espaço para convívio entre as pessoas – Foto: Divulgação/NDProjeto quer privilegiar pedestres e abrir espaço para convívio entre as pessoas – Foto: Divulgação/ND

“Kobrasol é um bairro próspero, que atrai muitas pessoas, porém, na parte de lazer e convívio, as pessoas vão para outros locais”, comentou.

“Acredito que o principal benefício do nosso projeto é ter um espaço de convivência de qualidade, que valoriza a questão humana, mas também quem mora lá”, destacou.

João Moacir Will, dono Café Paris de São José e os membros da Construtora RDO ajudaram a construir projeto de revitalização da Koesa, onde estão suas empresas – Foto: Leo Munhoz/NDJoão Moacir Will, dono Café Paris de São José e os membros da Construtora RDO ajudaram a construir projeto de revitalização da Koesa, onde estão suas empresas – Foto: Leo Munhoz/ND

Para tirar o projeto do papel, os próximos passos serão da Prefeitura de São José. Quando recebeu o projeto na terça-feira, o prefeito Orvino Coelho (PSD) sinalizou que vai solicitar mais uma checagem no trânsito local. A assessoria da prefeitura informou que uma equipe técnica vai analisar a viabilidade urbanística e econômica.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cidadania

Loading...