São José atendeu 1.793 pessoas em situação de rua em 2021; 477 aceitaram ajuda

Cidade conta com os seguintes serviços: Centro POP, abordagem social, duas casas de passagem e uma casa de acolhimento

O dia 19 de agosto é marcado pelo Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua. A data foi definida em memória ao “Massacre da Sé”, em 2004. Na época, sete pessoas foram assassinadas e oito ficaram gravemente feridas enquanto dormiam na Praça da Sé, na capital de São Paulo.

Em São José, 1.793 pessoas em situação de rua foram atendidas no Centro POP, em 2021, que resultou na oferta de 15.473 serviços.

Neste ano, 108 pessoas foram encaminhadas para as comunidades terapêuticas – Foto: Flávio Tin/Arquivo/NDNeste ano, 108 pessoas foram encaminhadas para as comunidades terapêuticas – Foto: Flávio Tin/Arquivo/ND

A Secretaria Municipal de Assistência Social informou que 477 pessoas receberam algum tipo de encaminhamento. Com o objetivo de garantir direitos e reconstruir projetos de vida, 92 foram encaminhadas para suas cidades de origem com suporte de familiares, amigos ou empregadores. Para o mercado de trabalho foram mais 68. Já a comunidade terapêutica recebeu 108 pessoas e as outras 209 foram conduzidas para a casa de acolhimento ou para as casas de passagem.

São José conta com uma rede de atendimento técnico à população em situação de rua por meio dos seguintes serviços: Centro POP, abordagem social, duas casas de passagem e uma casa de acolhimento. O Centro POP de São José fica localizado às margens da BR-101, na Rua Camilo Veríssimo da Silva, 104, no bairro Roçado.

Para os usuários que não acessam o Centro POP, a prefeitura oferta o serviço de abordagem social. Nesta temporada, os servidores abordaram um total de 204 pessoas, ofertando 348 serviços.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cidadania

Loading...