Sem casa, homem de 42 anos dorme no capim com frio de 0°C em SC

Migrante do Pará foi socorrido com início de hipotermia ao pedir ajudar para um bombeiro nesta quinta-feira (29), em Concórdia, que registrou o segundo dia mais gelado do ano

Um homem em situação de rua foi resgatado pelos bombeiros após pernoitar em uma área de mata, nesta quinta-feira (29), em Concórdia, no Oeste de Santa Catarina. O município registrava 0ºC quando ele foi resgatado com início de hipotermia por um bombeiro no segundo dia mais frio do ano no Estado.

Caso aconteceu em Concórdia, no Oeste – Foto: Marcelo Cabral/Arquivo/Agência Brasil//NDCaso aconteceu em Concórdia, no Oeste – Foto: Marcelo Cabral/Arquivo/Agência Brasil//ND

O comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de Concórdia, Alexandre Grolli, afirmou que o homem de 42 anos é de Belém, capital do Pará, e estaria na cidade para trabalhar. 

Ele teria pedido ajuda s um bombeiro voluntário de Arabutã  que passava pela rua Anita Garibaldi por volta das 8h30, perto da SC-283. “Ele estava apenas com a roupa do corpo e um cobertor fino. Estava tremendo bastante, mas foi aquecido na viatura e recebeu cobertor”, contou o comandante.

Após ser aquecido e alimentado, ele foi conduzido para um abrigo provisório da Secretaria de Assistência Social de Concórdia, assim como outras seis pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

Tentativa de amenizar o frio

A Secretaria de Assistência Social de Concórdia informou que está mobilizada para amenizar o impacto deste frio intenso que atinge SC. Está sendo disponibilizado um abrigo, na Travessa Bonassi, nº 127, no bairro Imigrantes, para acolher moradores em situação de rua durante esses dias. Segundo o município, o espaço conta com estrutura adequada, camas e banheiro. 

Uma equipe da Secretaria está de plantão 24h para circular pela cidade, abordando as pessoas vulneráveis e oferendo acolhimento. Quem souber de alguém que esteja em risco, pode entrar em contato pelo WhatsApp da Secretaria (49-988369252).

Outra frente de trabalho é distribuição de roupas e cobertores. Foi lançado ainda no mês de maio a Campanha do Agasalho, que tem uma central montada no bairro Itaíba, no antigo Centro de Convivência do bairro, atrás da atual Secretaria de Educação. No local são recebidas as doações e também distribuídas as peças. O horário de atendimento é das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. 

Segundo o secretário de Assistência Social, Jaime Bernardi, já foram entregues mais de 500 cobertores. “A população está colaborando muito, fazendo inúmeras doações, mas a procura também é intensa, muitas pessoas vão até Central do Agasalho diariamente. Por isso a demanda por roupas e especialmente por cobertores é muito grande”, comenta Jaime. Quem quiser doar pode fazer a entrega na Central do Agasalho, nos CRAS do município (bairro Imigrantes e Guilherme Reich) ou na própria Secretaria de Assistência Social.

Frio extremo em SC 

A quinta-feira (29), até então, tinha sido o dia mais frio do ano em Santa Catarina, com -8.6 °C na Serra. No entanto, o recorde foi superado nesta sexta-feira (30) pela temperatura de -8,92 °C, às 7h da manhã, em Urupema, no Planalto Sul catarinense. Essa é a menor temperatura do ano no Estado e também no Brasil. 

Em Chapecó, também no Oeste, uma força-tarefa foi montada pela Cruz Vermelha e Defesa Civil para atender pessoas em situação de vulnerabilidade por conta das baixas temperaturas.

A operação, que contou com apoio de outras forças de segurança pública,  serviu 110 refeições na noite de quarta para quinta. Um sopão foi feito por voluntários e servido para os indígenas e outras pessoas que estão abrigadas na Casa de Passagem. Somente na quarta (28) 42 pessoas foram recebidas no local.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cidadania

Loading...