Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Seu Teco, fundador do Centro Cultural Escrava Anastácia, morre aos 85 anos

Seu Teco atuou pela edução de jovens negros no maciço do Morro da Cruz – Foto: Divulgação/ND

Morreu nesta segunda-feira (3), em Florianópolis, João Ferreira de Souza, o Seu Teco, um dos fundadores do Centro Cultural Escrava Anastácia e baluarte da escola de samba Embaixada Copa Lord. Ele tinha 85 anos e faleceu em decorrência de problemas cardíacos.

Seu Teco lutou pela educação para os jovens, principalmente jovens negros, e pelos direitos essenciais a todo cidadão na comunidade onde morava, o morro da Caixa d’Água, hoje conhecido como Monte Serrat, no Maciço do Morro da Cruz, região central da Capital.

“Se hoje a comunidade tem ônibus, calçamento e esgoto, foi graças à participação dele”, lembra Ana Lúcia de Brito, vice-presidente do centro cultural.

O legado de Seu Teco hoje fica evidente na atuação e importância do centro para crianças e adolescentes da região: além de projetos como o Rito de Passagem, Procurando Caminho e Jovem Aprendiz, desenvolvidos no contraturno escolar na sede da instituição (bairro Balneário, região continental da Capital), mantém ainda a Casa de Acolhimento Darcy Vitória de Brito para menores.