Urna com cinzas de Eli Bellani será velada em Chapecó

A professora e historiadora morreu aos 76 anos, em Florianópolis, no último dia 20

As cinzas da professora e historiadora Eli Maria Bellani, que morreu aos 76 anos em Florianópolis, serão veladas na Câmara de Vereadores de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, nesta quinta-feira (30).

Eli Bellani morreu aos 76 anos – Foto: Chapecoense/NDEli Bellani morreu aos 76 anos – Foto: Chapecoense/ND

O Poder Legislativo de Chapecó informou que cederá o plenário da casa, para que os familiares de Eli e a população chapecoense possam prestar a última homenagem à professora.

De acordo com a Câmara, a urna funerária com as cinzas permanecerá no local e receberá visitação pública pelo período de duas horas e meia, das 14h às 16h30. A sede fica na rua Marechal Bormann, núm. 320-E, no Centro, em Chapecó.

Eli Bellani

Eli Maria Bellani morreu no último dia 20 após ficar oito dias internada no Hospital Baía Sul, em Florianópolis, após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Ao longo da sua vida, a historiadora por formação dedicou-se à docência. Eli Bellani era especialista e mestre em História pela UFFS (Universidade Federal de Santa Catarina). Ela participava ativamente do dia a dia de Chapecó, tendo publicado sete livros.

Em 2012, recebeu o título de Cidadã Honorária de Chapecó concedido pela Câmara de Vereadores pela identificação e dedicação à comunidade chapecoense.

Com uma atuação sempre marcada pelo conhecimento histórico da região, em destaque, Chapecó, Eli Bellani se tornou referência na docência e na construção do desenvolvimento histórico e econômico da cidade.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cidadania

Loading...