Vaquinha arrecada recursos para ajudar bombeiro de Joinville que perdeu os movimentos

O bombeiro Kennidy Daniel sofreu um acidente em maio deste ano e perdeu os movimentos; os amigos querem adaptar a casa para recebê-lo

Imagine perder os movimentos dos braços e das pernas de um dia para o outro. Agora, imagine isso acontecendo com alguém acostumado a salvar vidas, alguém que utiliza a força diariamente para socorrer as pessoas. Essa história é verdadeira e aconteceu com Kennidy Daniel, bombeiro voluntário em Joinville há 18 anos.

Bombeiro Kennidy sofreu acidente que causou a perda de movimentos – Foto: Arquivo pessoalBombeiro Kennidy sofreu acidente que causou a perda de movimentos – Foto: Arquivo pessoal

A vida dele mudou completamente no último dia 18 de maio, quando a moto que ele pilotava bateu contra um caminhão na BR-280, fazendo com que ele parasse embaixo do veículo. O impacto trouxe danos a duas vértebras da coluna e o bombeiro perdeu os movimentos dos ombros para baixo.

Kennidy começou a amar o trabalho dos bombeiros mesmo antes de ser um. A mãe conta que, ainda criança, ele era fascinado pela corporação. “Quando tinha dez anos descobriu o bombeiro mirim e ligava todo dia pra lá, chegava até a ser chato”, diz Graça Maria Bremmer.

Como bombeiro, Kennidy participou de vários resgates, como o das enchentes em março de 2019, quando várias famílias ficaram ilhadas por causa da chuva que alagou Joinville em poucas horas. Agora, os amigos pedem ajuda em uma vaquinha para ajudar o bombeiro que tanto auxiliou outras pessoas!

Bombeiro participou do resgate de famílias nos alagamentos de 2019 – Foto: Reprodução/NDTVBombeiro participou do resgate de famílias nos alagamentos de 2019 – Foto: Reprodução/NDTV

Vaquinha para reformar a casa e promover conforto

A família não esconde a tristeza com o acidente de Kennidy. “Ele saiu andando para voltar numa cama de hospital. Um rapaz que é todo independente, que sempre trabalhou, sempre com uma vida honesta. É muito triste”, fala a mãe.

O pai de Kennidy ainda tenta se recuperar do choque. “Fiquei bastante apavorado, não estava acreditando no que aconteceu. Uma semana antes eu falei com ele, ele estava aqui tomando cafezinho comigo e eu falei pra ele cuidar com a moto”, conta Manoel Artur Bremer.

Desde o acidente, os pais só conseguiram ver o filho por vídeo chamadas, por causa da pandemia Quem esteve mais perto de Kennidy foram os colegas bombeiros. “Quando a gente chegou lá ele começou a chorar. E o que me marcou e que fez a gente se segurar é que ele não conseguia secar a própria lágrima”, lamenta o bombeiro Jaison Kemper.

Os amigos criaram uma vaquinha virtual para arrecadar recursos a fim de reformar a casa do bombeiro e oferecer mais conforto e independência quando voltar pra casa. “Ele vai precisar de ajuda. A gente vai ter que automatizar o quarto dele pra melhor conforto, pra ele não sentir que está dependendo de outra pessoa”, fala Jaison.

Vaquinha quer arrecadar recursos para ajudar o bombeiro – Foto: ReproduçãoVaquinha quer arrecadar recursos para ajudar o bombeiro – Foto: Reprodução

Com o dinheiro, o objetivo é construir um quarto e um banheiro adaptados onde o bombeiro vai morar, além de comprar uma cama hospitalar, guincho especial, cadeira de banho e outros equipamentos. A obra também vai contar com ajuda de pedreiros voluntários.

A meta da vaquinha é arrecadar R$ 100 mil: até agora, 337 pessoas ajudaram a conseguir R$ 29 mil. Quem quiser doar, pode acessar a campanha online.

Com informações de Kelly Borges, repórter da NDTV Joinville

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cidadania