Baldwin estava ensaiando a cena que matou diretora de fotografia

Halyna Hutchins e Joel Souza, diretores feridos durante o acidente, estavam regulando o ângulo da câmera enquanto ator mostrava movimento que faria com a pistola na cena

O disparo acidental de Alec Baldwin que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins na última quinta-feira (21), no set de filmagem de “Rust”, nos Estados Unidos, aconteceu durante um ensaio de cena, onde o ator apontava o revólver na direção da câmera.

Tragédia ocorreu no início da tarde da última quinta-feira (21), no Novo México, nos Estados Unidos – Foto: Reprodução/Internet/NDTragédia ocorreu no início da tarde da última quinta-feira (21), no Novo México, nos Estados Unidos – Foto: Reprodução/Internet/ND

A informação foi dada pelo diretor do filme, Joel Souza, à revista norte-americana Variety, nesta segunda-feira (25). Joel declarou às autoridades locais que o elenco do filme e toda a equipe técnica tinham certeza que Alec estava manuseando uma arma fria e segura, ou seja, sem balas.

Naquele momento, Souza e Hutchins estavam atrás das câmeras, para monitorar o ângulo da cena, e o ator estava sentado em um banco de madeira, voltado para eles.

Após perceberem uma sombra na câmera, os diretores reposicionaram os equipamentos e conversaram com Baldwin, que foi mostrar a eles como planejava tirar a arma do coldre quando fosse disparar cenograficamente.

Na hora, Souza relatou aos investigadores que ouviu algo “como um chicote e depois um estalo alto”. A polícia estadunidense também conversou com o operador de câmera, Reid Russell, que estava do lado dos outros dois diretores na hora do incidente.

Ele disse que lembrava de Hutchins “dizendo que ela não conseguia sentir as pernas”, e dos médicos a atendendo, enquanto sangrava no chão do set. Joel foi atingido no ombro durante o disparo. Ele recebeu atendimento de emergência no hospital Christus St. Vincent, e teve alta na sequência.

Arma carregada foi entregue a Baldwin pela equipe técnica do filme

No início da tarde de domingo (24), foi descoberto que o diretor-assistente do longa, Dave Hall, foi responsável por levar a arma carregada até o ator.

Segundo uma publicação da TMZ, a assistente de adereços de cena, Maggie Goll, disse que o colega – com quem já trabalhou em outras produções – sempre mantinha um ambiente inseguro nos sets de gravação.

Baldwin após disparo de arma que feriu diretora em produção no Novo México – Foto: Santa Fe New Mexican/Divulgação/NDBaldwin após disparo de arma que feriu diretora em produção no Novo México – Foto: Santa Fe New Mexican/Divulgação/ND

“A princípio, ele parecia apenas um diretor-assistente mais velho e afável, com a habitual série de particularidades, mas essa fachada logo desapareceu. Ele não mantinha um ambiente de trabalho seguro”, disse Goll à rede de televisão norte-americana NBC.

“Quase sempre permitiu que os sets se tornassem cada vez mais claustrofóbicos, com nenhuma pista de incêndio estabelecida, saídas bloqueadas… Reuniões de segurança eram inexistentes”, finalizou.

Maggie afirmou que em outro trabalho, Hall teria deixado as câmeras rodando durante uma emergência médica, o que deixaria o local propício a maiores acidentes.

Queixas de comportamento

A CNN, empresa norte-americana televisiva, informou também que existem até mesmo queixas de comportamento sexual impróprio no local de trabalho contra Dave Hall, além do esparso cuidado com os protocolos de segurança em cena.

“No meu primeiro dia de volta à série, outro membro da equipe me disse para ‘tomar cuidado’ com Dave, dizendo que ele estava fisicamente muito familiarizado com a equipe, apesar de muitas rejeições e reclamações sobre toques indesejados e desnecessários”, disse Maggie Goll.

“Nada muito extremo, mas os membros da produção de todos os gêneros e disposições estavam ficando desconfortáveis ​​com os toques de Dave em suas costas, cintura, ombros, etc”, concluiu a assistente de adereços de cena.

Nas redes, Baldwin se pronunciou sobre acidente

Em suas redes sociais, Alec Baldwin se pronunciou sobre o assunto. Confira:

“Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e colega nossa profundamente admirada. Estou cooperando totalmente com a investigação policial para resolver como essa tragédia ocorreu e estou em contato com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e sua família. Meu coração está partido por seu marido, seu filho e por todos que conheciam e amavam Halyna”, escreveu.

Na sequência, o ator continuou com as publicações:

“Estou em contato com seu marido, oferecendo meu suporte para ele e sua família. Meu coração está quebrado por seu marido, seu filho, e todos que amavam Halyna”.

Segundo informações da revista People, depois da tragédia o ator tomou café da manhã com o viúvo, Matthew Hutchins, e o filho do casal.

De acordo com o portal, ele estava visivelmente abalado. Ainda no domingo, o pai da diretora afirmou ao portal The Sun que não culpava Alec pela morte de sua filha, e sim que a “responsabilidade é da equipe responsável pelos objetos de cena, que cuida das armas”, disse Anatoly Androsovych.

+

Cinema

Loading...