Filmes do ‘caso Richthofen’ chegam às telas do streaming nesta sexta

Em dois filmes, história do crime que chocou o Brasil chega à Amazon Prime trazendo as versões de Suzane Richthofen e dos irmãos Cravinhos

Em 31 de outubro de 2002, acontecia um dos crimes que ficariam mais famosos no Brasil. Suzane Von Richthofen, junto dos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos, assassinaram Manfred Albert von Richthofen e Marísia von Richthofen, pais da menina. Agora, a história ganha às telas do streaming.

Filmes chegam ao streaming nesta sexta-feira – Foto: Amazon Prime/Divulgação/NDFilmes chegam ao streaming nesta sexta-feira – Foto: Amazon Prime/Divulgação/ND

Para contar os detalhes e todas as versões que cercam o caso quase 20 anos depois, chegaram às telas da Amazon Prime, nesta sexta-feira (24), dois filmes, com versões diferentes sobre como se deu a morte do casal.

A estreia dos filmes está entre uma das mais aguardadas pelo público desde julho de 2018, quando a plataforma audiovisual anunciou a produção.

A “dobradinha” traz Carla Diaz no papel de Suzane Richthofen e Leonardo Bittencourt no papel de Daniel Cravinhos, namorado da herdeira do casal Richthofen.

Os filmes reconstroem, a partir da visão de cada um dos envolvidos, como foi o planejamento, a execução e o ‘pós-crime’. Há, também, assim como na vida real, a discussão sobre quem foi o verdadeiro responsável pelo assassinato.

Qual a ordem para assistir os filmes?

Nas palavras do diretor das produções, Maurício Eça, é interessante que se comece por ‘O Menino que Matou Meus Pais’, trazendo primeiro a perspectiva de Cravinhos.

Em seguida, ‘A Menina que Matou os Pais’, deve complementar o raciocínio. Contudo, o diretor ressalta que, para os mais curiosos, não há problemas em inverter a ordem.

+

Cinema

Loading...