Semana começa com temperaturas baixas e tempo seco em Santa Catarina

Segunda e terça-feira serão os dias mais frios desta semana no Estado, com previsão de temperaturas negativas nas regiões mais altas do estado e abaixo de 10°C em Florianópolis

Depois de um início de outono com temperaturas altas, o frio finalmente chegou a Santa Catarina. A partir deste sábado (19) já foi possível observar uma queda considerável nas temperaturas devido a chegada de uma massa de ar frio e seco de origem polar no Oeste catarinense. A massa de ar, que segue em direção ao Litoral do Estado, também trouxe estabilidade para o clima, que deve permanecer ensolarado e frio ao longo desta semana.

A tendência é para que as temperaturas comecem a baixas nesta época do ano - Marco Santiago/ND
Próximas madrugadas, de segunda e terça-feira, serão as mais frias desta semana em Florianópolis – Marco Santiago/ND

De acordo com a Epagri/Ciram, as próximas madrugadas, de segunda (21) e terça-feira (22), serão as mais frias desta semana em Florianópolis, com temperaturas na média de 7°C. “É o primeiro frio mais intenso que sentimos este ano. Os próximos dias serão também serão de temperaturas mais baixas, com previsão de geada no Planalto e valores negativos nas regiões mais altas do Estado”, contou a meteorologista da Epagri/Ciram, Marilene de Lima.

A forte ressaca, que começou no fim da tarde de domingo (20) no Litoral catarinense, pode continuar até a próxima quarta-feira (23), segundo informações do Climaterra, sendo desaconselhável a navegação e a prática de surfe (mesmo os surfistas mais experientes devem ter bastante cuidado). Barcos devem ser colocados em locais mais longes da linha da maré para evitar danos. Em Florianópolis, o nível do mar subiu em algumas regiões, como no Morro das Pedras, onde a água chegou perto de atingir a rodovia SC-406.

Confira um vídeo do fenômeno da página Conexão GeoClima:

Com o deslocamento da massa de ar frio para o oceano na quinta-feira (24), as temperaturas sobem um pouco no Estado, mas a condição favorável a formação de geada nas áreas altas do Planalto Sul continua. Segundo a meteorologista, a possibilidade de chuva é baixa até o próximo fim de semana e, o vento também deve ser mais brando, com rajadas mais fracas, entre 20 km/h e 30km/h na Grande Florianópolis.

40 mil unidades consumidoras sem energia em Santa Catarina

No sábado (19), as fortes rajadas de vento sul, de 60 km/h a 80 km/h por hora, deixaram muitas pessoas sem luz no Estado. Na região continental de Florianópolis, o vento forte partiu um cabo de energia, nas imediações da praia de Itaguaçu. Por volta das 17h45, 6.743 unidades consumidoras ficaram sem energia nos bairros Coqueiros, Itaguaçu, Capoeiras, Morro da Caixa e Estreito.

Segundo a Celesc, as regiões mais afetadas pelo mau tempo foram os municípios de Joinville e Urupema e o Vale do Itajaí, onde 25 mil unidades consumidoras ficaram sem abastecimento na cidade de Blumenau na madrugada de sábado (19). Ao todo, 40 mil unidades consumidoras ficaram sem energia no Estado. A maior parte das ocorrências foi resolvida no mesmo dia.

Fim de semana sem neve

Apesar da grande expectativa pela neve na serra catarinense e das condições climáticas favoráveis — frio e umidade do ar alta —, turistas e moradores da região não puderam apreciar o fenômeno. “Nós tínhamos previsto uma pequena chance de neve no Planalto Sul para este fim de semana, mas a chuva acabou atrapalhando e por isso não nevou”, explicou Marilene.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Clima