Vício de trocar figurinhas é alimentado pela Copa do Mundo

Copa 2014. ND encarta na edição desta sexta o tradicional álbum da Panini

Colecionar álbuns de figurinhas se tornou um hobby para o vendedor autônomo Vânio Reinert, 45 anos, em 2006. No arquivo improvisado ao lado de casa, no bairro Aventureiro, zona Norte de Joinville, ele mantém organizado 550 álbuns completos – em pastas individuais.

O vasto acervo de Reinert varia de desenhos animados a temas automobilísticos, como a edição especial lançada após a morte do piloto Ayrton Senna. “É um hobby, um vício. Todos os meus álbuns são completos, consigo completar só trocando figurinhas”, conta.

Faltando 70 dias para a Copa do Mundo, os esforços desse colecionador inveterado estarão voltados, a partir de agora, para completar o álbum de figurinhas oficial da competição, da editora Panini. Reinert revela que já encomendou o seu em uma livraria de São Paulo. “Encomendei o de capa dura. Tenho os álbuns da Copa desde 1990, mas ainda estou tentando conseguir os outros”, diz o vendedor.

O álbum da Panini foi lançado, oficialmente, no Museu do Futebol, na última segunda, mas só deve chegar às bancas joinvilenses no dia 8 de abril. Os assinantes do Notícias do Dia, no entanto, receberão um exemplar do álbum na edição desta sexta.

Álbuns bem conservados e completos podem, no futuro, valer um bom dinheiro. Segundo Reinert, é possível encontrar o álbum da Copa de 1958, à venda, por R$ 5.000.

Fotos Rogério Souza Jr./ND

À venda. Bancas de Joinville, como a do Éder, terão o álbum da Copa de 2014 a partir do dia 8

Banca do Éder é ponto de encontro

Em Joinville, em tempos de Copa do Mundo, cerca de 300 colecionadores costumam se reunir para trocar figurinhas. E o ponto de encontro preferido é o espaço em frente à banca do Éder, no supermercado Giassi.

“À noite e aos sábados, eles sentam no chão e começam a trocar figurinhas. Quando começar a Copa, isso daqui vira uma loucura”, conta Éder Matiola Fernandes, 30 anos, proprietário da banca. “Em 2006, cheguei a parar no hospital de tanta gente que tinha para atender”, lembra Fernandes.

O espaço é uma referência para os colecionadores que precisam trocar figurinhas repetidas. As crianças são maioria. “Fico impressionado. Eles sabem de cor o número da figurinha que falta, de qual jogador, time. A criançada é maioria, mas na Copa do Mundo a família inteira coleciona”, conta o comerciante.

O mundo das figurinhas é um negócio que dá dinheiro. Fernandes revela que uma única cliente encomendou, numa tacada só, R$ 500 em figurinhas para presentear os sobrinhos que moram nos Estados Unidos.

“Viciado”. O colecionador Vânio Reinert exibe com orgulho parte de seu acervo de 550 álbuns completos; o desta Copa será o próximo

Segredo é trocar as repetidas

Para aqueles que não podem gastar grandes somas na compra das figurinhas, o segredo para completar o álbum é trocar as repetidas. “Se o cliente vier aqui e deixar dez figurinhas que ele já tem, eu dou um pacote fechado com dez figurinhas”, diz Éder Matiola Fernandes, da banca que leva seu nome.

Com a internet, ficou mais fácil trocar figurinhas repetidas. O colecionador Vânio Reinert indica o site www.trocafigurinhas.com. Ele explica que, apesar do site ser brasileiro, pessoas do mundo todo se encontram no endereço virtual. Reinert diz que já “fez negócio” com um colecionador do Japão.

Primeiro álbum é de 1950

O primeiro álbum de figurinhas de futebol no Brasil foi o “Balas Futebol !”, lançado no final de 1950. Naquele ano, o país sediou a Copa marcada pelo “Maracanaço” – como ficou conhecida a derrota do Brasil para o Uruguai, na final, em pleno Maracanã.

No fim da década de 1970, a editora Dimensão Cultural lançou o álbum de figurinhas metálicas “Chapinhas de Ouro”, muito popular na época

A Copa de 1982 ficou imortalizada no álbum patrocinado pelos chicletes Ping Pong. As figurinhas com os jogadores e os escudos de cada seleção que participava do mundial vinham dentro da embalagem da goma de mascar. Em apenas seis meses, foram vendidos mais de 600 mil álbuns.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...