Mancha

marcelo.cabral@ndtv.com.br O melhor dos esportes de ação, olímpicos, artes-marciais e modalidades não convencionais, com o olhar diferente e multicultural de Marcelo Mancha. Se deixar ele coloca um som para embalar as notícias e dar movimento aos atletas que brilham no Brasil e no Mundo! Aqui o esporte tem espaço. Só vem!


Esporte, amizade e história no Revezamento Volta à Ilha

Tradicional prova de Revezamento de equipes ou duplas de Florianópolis completa 25 anos

Após dois anos sem corrida por causa da pandemia, o Revezamento Volta à Ilha volta a acontecer em Florianópolis. No sábado (09) são aguardados 3.600 corredores, divididos em 400 equipes ou duplas, para a 25ª edição da corrida que mantém sua essência desde a primeira, em 1996: uma volta completa pela Ilha da Magia.

São 140 quilômetros divididos em 19 trechos, de diferentes distâncias. O ponto de partida é o Trapiche da Beira-Mar Norte, com largadas entre as 4h15min da madruga e 7h30min da manhã, de acordo com as categorias. Não há bloqueio no trânsito de veículos por causa do evento.

Revezamento Volta á Ilha une esporte, amizade e natureza em Florianópolis – Foto: Anderson F. M. Pinheiro/NDRevezamento Volta á Ilha une esporte, amizade e natureza em Florianópolis – Foto: Anderson F. M. Pinheiro/ND

O percurso segue no sentido Norte da Ilha, até a Ponta das Canas, e depois ruma em sentido sul, até a Praia dos Açores. Os integrantes das equipes se reencontram na Beira-Mar Norte para correrem juntos os últimos metros e para cruzarem o portal de chegada.

Os nomes dos mais de 45 mil atletas que já participaram da prova desde a primeira edição, vão estar em um painel da exposição que celebra as 25 edições do Volta à Ilha. A mostra será aberta na quinta-feira (7) e vai até domingo (10), no Majestic Palace Hotel, local da entrega dos kits aos atletas nos dois dias que antecedem a prova.

Revezamento Volta à Ilha tem 3600 inscritos para a prova de 25 anos Foto: Renata JanuárioRevezamento Volta à Ilha tem 3600 inscritos para a prova de 25 anos Foto: Renata Januário

“O Revezamento Volta à Ilha acompanhou o crescimento de Floripa e a evolução da corrida ao longo destes mais de 25 anos” afirma o realizador e diretor-geral do Revezamento Volta à Ilha, Carlos Roberto Duarte

Uma volta na Ilha da Magia com 140 km 

Com no máximo 12 atletas, as equipes têm desafios que vão além da própria corrida. Como os 140 km são divididos em 19 trechos, alguns atletas correm dois ou mais deles.

O trecho mais curto é o segundo dos 19, com 4 km pelo bairro João Paulo. O mais longo é o 16°, considerado o mais difícil. São 16,4 km entre a Praia dos Açores, no Sul da Ilha, até a Tapera, passando pelas inclinadas subidas pela Estrada do Sertão.

Esporte e história no Revezamento Volta à Ilha 2022 Foto: Anderson F. M. Pinheiro/NDEsporte e história no Revezamento Volta à Ilha 2022 Foto: Anderson F. M. Pinheiro/ND

Os atletas têm até às 20h30min de sábado para concluírem o Revezamento Volta à Ilha. Nesta edição um aplicativo vai mostrar o desempenho das equipes em tempo real e agilizar a apuração dos resultados.

As equipes são responsáveis pelo deslocamento de seus integrantes ao longo da prova, com revezamento nos postos de trocas espalhados ao redor da Ilha da Magia.

Os cerca de 3.600 atletas estão divididos em 11 categorias de equipes. Com oito atletas cada, estão: Aberta Elite, Aberta Mista, Feminina, Veterana Mista (a partir de 40 anos), Veterana 40, Veterana 50 e Veterana 60.

As duplas são divididas em três categorias: Dupla Masculina, Dupla Feminina e Dupla Mista. Há também a categoria Participação, que tem entre oito a 12 atletas, e são subdivididas em A, B, C e R e não disputam os troféus.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...