Após oito anos, mãe que perdeu filha tragicamente escreve livro sobre fé e superação

Angelita Renzi, perdeu sua filha Tuany de apenas dois anos em 2013; no livro a professora comenta como superou a perda da filha

“A morte não nos Separa de um Amor Verdadeiro”, é isso que Angelita Grippa Renzi, de Laurentino, mãe de Tuany de dois anos e dez meses descobriu quando perdeu a filha em 2013. Após um longo período fortalecendo a fé e juntando forças para viver, Angelita escreveu um livro sobre a morte da filha que se chama “Tuany, O Anjo que Voltou ao Pai” o livro foi lançado oficialmente no dia 23 de janeiro deste ano.

Mãe publica livro após oito anos da morte de sua filha. – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDMãe publica livro após oito anos da morte de sua filha. – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

Angelita é natural de Presidente Getúlio, e com 30 anos teve sua primeira filha, a qual deu nome de Tuany. A menina morreu em 2013, ao se engasgar com um pedaço de maçã na creche que frequentava.

“A Tuany era uma menina encantadora e muito doce, todos ficavam encantados com ela. E mesmo sendo bem novinha, ela sabia que precisava aproveitar muito todos os momentos”, diz Angelita.

A escritora também era professora, na época, trabalhava em outra cidade. A repercussão do caso em 2013 foi tão grande que até foi promovido cursos para orientar professores a lidar com esse tipo de situação.

“Não foi fácil quando perdemos nossa filha, foi a maior dor das nossas vidas, mas eu e o meu marido lutamos diariamente para seguir em frente”, explica.

O livro foi lançado em janeiro, e Angelita engravidou novamente após dois anos da perda da filha dando a luz á Tayla – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDO livro foi lançado em janeiro, e Angelita engravidou novamente após dois anos da perda da filha dando a luz á Tayla – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

O nascimento do livro

A mulher, conta que logo depois da morte de Tuany começou a escrever para si mesma, como uma forma de desabafo, de externalizar os sentimentos. Ela guardou tudo o que produziu.

“Eu percebi que vinha uns flashes de uma escrita e quando me dei conta eu tinha um esqueleto de um livro na minha gaveta. Cheguei a me questionar quando coloquei um título nele, mas em senti no ano passado que eu precisava publicá-lo”, relata.

O livro publicado por Angelita, não conta só à história da perda de uma filha, mas também relata de como a perseverança e fé tem mudado sua vida após o ocorrido.

Ele foi publicado no começo de 2021  e lançado no dia 23 de janeiro de 2022, a história inicia no momento em que Angelita descobriu estar grávida. São sete capítulos e 123 páginas, nele a escritora conta como era Tuany no dia-a-dia, como foi o falecimento da filha e como Angelita e o marido lidaram com situação, além da experiência de outras pessoas.

“No livro percebemos que nas pequenas coisas do dia-a-dia encontramos a força para continuar, pois a gente acha que é preciso que aconteça algo extraordinário para darmos conta. Mas, não é assim, é perseverança e fé em Deus que faz a gente continuar”, conclui.

Angelita também é mãe de Tayla, que está com seis anos. Ela conta que enfrentou o medo que sentia e engravidou dois anos após a morte de Tuany.

Foram 500 livros publicados, e todos foram vendidos. A nova demanda chega esta semana. - Arquivo Pessoal/Divulgação/ND
1 2
Foram 500 livros publicados, e todos foram vendidos. A nova demanda chega esta semana. - Arquivo Pessoal/Divulgação/ND
No dia do evento Angelita deu autógrafos e foi elogiada pelo belo trabalho - Arquivo Pessoal/Divulgação/ND
2 2
No dia do evento Angelita deu autógrafos e foi elogiada pelo belo trabalho - Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

O dia do lançamento

O lançamento do livro foi no dia 23 de janeiro deste ano, e a professora descreveu o dia do evento como um dia “iluminação, energias positivas e paz muito grande” pois segundo ela, foi o que as pessoas que estiveram presentes relataram. Ela ainda comenta que quem estava presente se emocionou e apoiou o projeto.

Angelita conta que havia mandado fazer uma tiragem de 500 livros, e já foram todos vendidos. Uma nova remessa estava prevista para chegar esta semana.

“Estou muito agradecida á Deus, pois já estou conseguindo de certa forma ajudar outras mães de diversos lugares, principalmente de outros Estados. Recebo muitas histórias pelo Instagram e se Deus permitir eu quero ajudar e compartilhar minha história ainda mais para outras pessoas” comenta.

Em Laurentino, o livro está à venda na Oficina de Motos e Quadriciclos Renzi, no Supermercado do Kiko, na Loja da Paty e Mix da Paty e na Loja Geração 3000.​

Em Rio do Sul o livro é vendido na loja de produtos naturais Armazém do Grão, na LM Café e restaurante LTDA e na Sebo e Livraria Só Ler. ​Em Rio do Oeste, o livro está sendo vendido na loja de produtos naturais Moenda dos Grãos.

Angelita busca atualmente uma loja para vender seu livro em Blumenau, mas enquanto isso não acontece o livro pode ser adquirido pelo site do Mercado Livre.

A professora comenta que gostou do mundo da escrita e que há possibilidades de vir um novo livro.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...