Cantor haitiano grava clipe na estação ferroviária de Mafra e viraliza

Ernst Saint Fleur, 32 anos, canta desde 2008, mas não teve oportunidades no Haiti; hoje, trabalha como servente de pedreiro em Rio Negro e se dedica à música

O artista Ernst Saint Fleur, 32 anos, tem feito sucesso nas redes sociais nos últimos dias. Ele escolheu a antiga estação ferroviária de Mafra, no Planalto Norte catarinense, como cenário para o seu clipe de música “Tande vwa nou kap kriye” que, em português, significa “Ouça nossas vozes chorando”.

O vídeo foi publicado no dia 1º de setembro e já é um sucesso de audiência: são mais de 30 mil visualizações em menos de dez dias. A música é cantada em uma mistura de francês com o crioulo haitiano, duas línguas faladas no Haiti, onde Ernst nasceu. 

Ele está no Brasil há quatro anos, passou por Manaus (AM) e hoje mora em Rio Negro (PR), onde trabalha como servente de obras. Ernst canta desde 2008, mas, segundo ele, não encontrou oportunidades no Haiti. “Eu tenho o dom para fazer música, mas no Haiti não tem oportunidade”, lamenta.

Já no Brasil, seu primeiro desejo foi trazer os dois filhos para morarem no país também. As crianças hoje moram com a mãe, em São Paulo.  Depois disso, seu principal sonho era se dedicar à música novamente, o que ele conseguiu com o novo clipe. “Eu estou muito feliz, é muita alegria”, conta.

Segundo Ernst, sua nova música, a terceira do seu canal no YouTube, trata da situação vivida no Haiti. “O povo haitiano está sofrendo muito e a vida precisa melhorar”, destaca.

+

Cultura