Clubes de leitura: o ‘empurrãozinho’ que faltava para você ler mais

Compartilhar nossas impressões pessoais com outros leitores pode ampliar a experiência de leitura

Ler não precisa ser um hábito solitário. A experiência fica melhor ainda quando temos a oportunidade de compartilhar opiniões, críticas e angústias com outros leitores. É isso que acontece nos clubes de leitura. São espaços abertos e democráticos que ajudam a engrandecer a nossa compreensão sobre as obras.

Cada clube é único, com suas próprias dinâmicas, porém algumas regras são padrão em quase todos: os participantes escolhem o livro em conjunto, há um moderador que inicia a discussão e um determinado período de tempo para concluir a leitura (geralmente um mês).

Clube Nuvem Literária foi idealizado pela booktuber Ju Cirqueira há mais de seis anos – Foto: Arquivo pessoal FacebookClube Nuvem Literária foi idealizado pela booktuber Ju Cirqueira há mais de seis anos – Foto: Arquivo pessoal Facebook

Os clubes de leitura são bem antigos e começaram de forma presencial, mas atualmente os grupos online são os preferidos dos leitores. Isso ocorreu principalmente por conta da pandemia, que impediu os encontros cara a cara. Essa alternativa também ganha pontos porque possibilita a conexão com pessoas do mundo inteiro.

Os debates podem tomar as mais variadas direções: discutir os perfis dos personagens, o contexto histórico da obra, as questões psicológicas e, principalmente, as impressões pessoais de cada membro do clube. A parte mais legal é justamente essa, compartilhar como o livro “conversou” pessoalmente com a gente.

Participar de um clube é um ótimo jeito de incentivar a leitura. Sabemos que para algo se tornar um hábito, deve ser feito repetidamente no nosso cotidiano. Mesmo que no início a leitura venha como uma obrigação, aos poucos ela pode se tornar prazerosa e se transformar em um hobby positivo.

Outra vantagem dos clubes é entrar em contato com diferentes gêneros literários, autores e histórias. Se você só lê romance, que tal participar de uma leitura de ficção científica? Pode ser surpreendente. Os participantes complementam a experiência e trazem contexto para a obra, o que pode ser a porta de entrada para um novo gênero.

Hoje em dia há inúmeras opções de clube de leitura para todos os gostos. Alguns são focados em clássicos, outros apenas leem não ficção e existem ainda clubes focados em autoras. Não tem desculpa para não entrar em um deles!

Clube Nuvem Literária – para quem curte conteúdos extras

O clube de leitura idealizado pela booktuber Ju Cirqueira existe há mais de seis anos. Ela é responsável pela mediação do debate, mas o livro é escolhido em conjunto por todos os participantes. As discussões acontecem uma vez por mês, na plataforma Zoom.

Além do encontro virtual, a Ju disponibiliza conteúdos exclusivos aos assinantes para complementar a experiência. Há um cronograma mensal de leitura, desafios e sorteios de livros. Toda a comunicação com a booktuber ocorre pelo aplicativo do clube.

Os livros variam muito, porque a Ju é super eclética. Algumas obras que já passaram pelo clube: “O fim da infância”, de Arthur C. Clarke, “Amor(es) verdadeiros”, de Taylor Jenkins Reid, “Crônica de uma morte anunciada”, de Gabriel García Márquez, e “A mulher na janela”, de A. J. Finn.

A participação no clube não é gratuita. Mais informações na página do Instagram.

Clube do Livro Feminista – lendo mulheres incríveis

O clube foi criado por duas amigas em 2018, a Andriele Moraes e a Fernanda Gama. Os encontros começaram de forma presencial, mas atualmente acontecem online e são gratuitos. Como o nome do clube já diz, o foco é na leitura de obras escritas por mulheres fortes, determinadas e à frente do seu tempo.

Clube foi criado por duas amigas em 2018, a Andriele Moraes e a Fernanda Gama – Foto: Arquivo pessoalClube foi criado por duas amigas em 2018, a Andriele Moraes e a Fernanda Gama – Foto: Arquivo pessoal

O livro do mês e a data do encontro são anunciados no Instagram. Na página, as meninas também postam curiosidades sobre a obra e a autora e fazem o sorteio de livros. O clube também tem um podcast.

Entre as autoras já discutidas no clube, estão Shirley Jackson, de “A assombração da casa da colina”, Toni Morrison, de “O olho mais azul”, Mary Lynn Bracht, de “Herdeiras do mar”, e Aline Bei, de “O peso do pássaro morto”.

Clube da Rainha – a grande autora de romance policial

Mediado pela booktuber Bel Rodrigues, o Clube da Rainha é dedicado à rainha do crime: Agatha Christie! O portfólio da autora tem cerca de 80 obras, então não faltam opções de leitura. Bel é uma grande fã do gênero romance policial e se dedica muito à proporcionar uma experiência incrível aos participantes.

Mediado pela booktuber Bel Rodrigues, o Clube da Rainha é dedicado à rainha do crime: Agatha Christie – Foto: Bel Rodrigues no YouTubeMediado pela booktuber Bel Rodrigues, o Clube da Rainha é dedicado à rainha do crime: Agatha Christie – Foto: Bel Rodrigues no YouTube

Os encontros acontecem mensalmente pelo Discord. A Bel escolhe o livro e anuncia no Instagram do clube. Um diferencial bacana é que a booktuber consegue descontos de até 20% para quem quiser comprar a obra física na Amazon. Isso é possível por conta de uma parceria com a Harper Collins, responsável pelas novas edições da autora.

Além das discussões ao vivo, Bel publica um vídeo no canal do YouTube dela sobre o livro de cada mês. A mediadora também é muito criativa quando anuncia o livro do mês, rola até uma atuação superengraçada.

O livro deste mês é “Os crimes ABC”. Já passaram pelo clube os títulos “O gato entre os pombos”, “Por que não pediram a Evans?”, “Uma porção de centeio” e “Os quatro grandes”. Bel procura variar as leituras entre obras mais conhecidas e outras nem tanto.

Põe na estante – um clube em formato podcast

Talvez o mais diferente da lista, o “Põe na estante” foge do modelo tradicional. Criado pela jornalista Gabriela Mayer, o clube adota o formato de podcast e fala apenas sobre obras de ficção. A cada 15 dias, sempre na segunda e na última sexta-feira de cada mês, a mediadora convida dois leitores para trocar ideias sobre a obra da vez.

Criado pela jornalista Gabriela Mayer, o clube adota o formato de podcast e fala apenas sobre obras de ficção – Foto: Foto Divulgação/NDCriado pela jornalista Gabriela Mayer, o clube adota o formato de podcast e fala apenas sobre obras de ficção – Foto: Foto Divulgação/ND

Além do podcast, o clube possui uma página no Instagram, onde Gabriela publica resenhas e guias para auxiliar a leitura. O livro do mês também é anunciado com antecedência por lá, assim os leitores conseguem antecipar a leitura e acompanhar a discussão.

O clube tem temporadas temáticas e atualmente está discutindo títulos da literatura japonesa, mas Gabriela já promoveu debates sobre Virginia Woolf, Machado de Assis, Liev Tolstói e Conceição Evaristo. Os episódios estão disponíveis nas principais plataformas de áudio.

Clube do Livro da Biblioteca Mário de Andrade – opções diversas e gratuitas

A Biblioteca Mário de Andrade, localizada em São Paulo, é uma das maiores bibliotecas públicas do país e também oferece o serviço de clube do livro de forma gratuita. Os encontros acontecem online e para participar basta preencher um formulário disponível no Instagram.

Biblioteca tem vários clubes: de contos contemporâneos, de poesia e de prosa – Foto: São Paulo Turismo SABiblioteca tem vários clubes: de contos contemporâneos, de poesia e de prosa – Foto: São Paulo Turismo SA

A parte mais legal é que a biblioteca tem vários clubes: de contos contemporâneos, de poesia e de prosa. Todos têm frequência mensal e o livro é anunciado com antecedência no Instagram. O mediador é escolhido pela biblioteca, geralmente alguém da área da literatura ou que tenha um grande conhecimento sobre o livro/gênero/autor.

Ainda há encontros para acontecer neste mês. São os do clube de contos contemporâneos, que está lendo “A cela um”, de Chimamanda Ngozi Adichie, e o do clube de poesias, que vai discutir poemas de Regina Azevedo, na mesma data.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Diversa+ na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...