Deputada de SC recebeu príncipe Philip e rainha Elizabeth em visita ao Brasil

Casal da realeza britânica visitou o Brasil em novembro de 1968; príncipe Philip, o Duque de Edimburgo, morreu nesta sexta-feira (9), aos 99 anos

Uma deputada federal catarinense ficou frente a frente com a rainha Elizabeth II e seu marido, o príncipe Philip, enquanto o casal visitava o Brasil em 1968. O casal real passou por Recife (PE), Salvador (BA), Brasília (DF), São Paulo (SP), Campinas (SP) e Rio de Janeiro (RJ) em uma viagem que durou 11 dias.

Casal real visitou o Brasil em 1968 – Foto: Arquivo Histórico do Itamaraty/Reprodução/NDCasal real visitou o Brasil em 1968 – Foto: Arquivo Histórico do Itamaraty/Reprodução/ND

Na manhã desta sexta-feira (9), o Palácio de Buckingham anunciou a morte do Duque de Edimburgo, aos 99 anos. Ele iria completar 100 anos em junho deste ano. A causa da morte ainda não foi revelada.

O registro do encontro da deputada catarinense Lígia Doutel de Andrade com o príncipe Philip e a rainha foi publicado na edição nº 16.012, do jornal O Estado no dia 6 de novembro de 1968. A deputada ocupou uma vaga na Câmara dos Deputados de 1967 a 1969.

A nota que estampa a capa da edição, diz que a parlamentar saudou, no dia anterior, a rainha Elizabeth II em sua visita à Câmara Federal, em Brasília. Antes, outro catarinense, o ministro Luis Galotti, havia saudado a monarca no STF (Superior Tribunal Federal).

Na Suprema Corte, a rainha proferiu um breve discurso. Em seguida, ela e o marido se acomodaram em um hotel e foram ao encontro do presidente da época, marechal Arthur da Costa e Silva.

Quem é Lígia Doutel de Andrade

De acordo com o CPDOC (Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil), da FGV (Fundação Getúlio Vargas), Lígia Moelmann Doutel de Andrade nasceu em Florianópolis no dia 28 de setembro de 1934. Ela é filha de José da Costa Moelmann e de Ana Elisa Ribeiro Moelmann.

Deputada federal Lígia Doutel de Andrade – Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação/NDDeputada federal Lígia Doutel de Andrade – Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação/ND

No Rio de Janeiro, cursou a graduação de História pela PUC (Pontifícia Universidade Católica).

Iniciou a vida política em 1966, após a cassação, durante a Ditadura Civil-Militar, do mandato de seu marido, Armindo Marcílio Doutel de Andrade, secretário-geral do PTB e deputado federal desde 1959.

Em novembro de 1966, Lígia elegeu-se deputada federal por Santa Catarina pelo MDB. Foi a candidata mais votada do partido no Estado, obtendo 45 mil votos.

Foi, ainda, uma das fundadoras, em 1980, do PDT (Partido Democrático Trabalhista) e, em 1981, do Movimento de Mulheres da agremiação.

Desde 1982, não disputou mais nenhum cargo público, mas continuou militando no PDT. De 1991 a 1994, atendendo ao convite do governador do Estado Rio de Janeiro Leonel Brizola (1991-1994), presidiu o Cedim (Conselho Estadual dos Direitos da Mulher), cargo que voltou a ocupar na gestão do governador Anthony Garotinho (1999-2002).

Confira a nota publicada no O Estado na íntegra:

Deputada catarinense saúda Elisabete II

A Deputada catarinense Lígia Doutel de Andrade saudou ontem a Rainha Elisabeth II, da Inglaterra, em sua visita a Câmara Federal, depois da saudação que outro catarinense, o Ministro Luis Galloti, pronunciara no Supremo Tribunal Federal.

Na Suprema Côrte do País Elisabete II proferiu um breve discurso, no qual afirmou: “Confio em que esta Côrte de Justiça, continuará a desempenhar um papel de suma importância no progresso do Brasil a manter as velhas tradições estabelecidas por tantos ilustres brasileiros. Rogo a Deus pelo êxito de vossos esforços”. 

A Rainha e o Príncipe, após se acomodarem no Hotel Nacional, foram recolhidos à tarde pelo presidente Costa e Silva e Dna. Yolanda. O Marechal condecorou a soberana britânica com o Grande Colar da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul e recebeu a Grande Cruz de Cavaleiro da Venerável Ordem do Cenho. 

Terminadas as cerimônias, o presidente e a Rainha, acompanhados de Dna. Yolanda e do Príncipe Philip rumaram para o Supremo Tribunal Federal, onde foram recebidos em sessão solene.

A noite o Presidente Costa e Silva recepcionou a Rainha no Itamaraty numa festa a qual compareceram seis mil pessoas, tendo sido consumidos 500 litros de Whisky escocês, 2 mil quilos de peru, 2.300 de galinha, 460 de lagosta e 300 quilos de peixe e outros tantos de camarão. 

+

Cultura