Carnaval 2022 será ponto facultativo em SC; veja como funcionará nas maiores cidades

Festividades abertas ao público foram canceladas após explosão do número de casos de Covid-19 no início do ano

As festividades abertas ao público do Carnaval 2022 deveriam começar no próximo sábado (26), mas os eventos estão cancelados nas maiores cidades de Santa Catarina. A decisão está relacionada ao cenário epidemiológico e à explosão do número de casos de Covid-19 durante as festas de fim de ano.

Tudo pronto para o Bloco SOS ganhar as ruas centrais de Florianópolis – Foto: Marina Simões/NDTudo pronto para o Bloco SOS ganhar as ruas centrais de Florianópolis – Foto: Marina Simões/ND

Pelo segundo ano consecutivo, avenida e arquibancadas da Passarela Nego Quirido em Florianópolis serão silenciadas. O encontro com o público não acontecerá nem na passarela nem nos tradicionais blocos de rua. A decisão foi tomada no início de janeiro deste ano.

Estão na mesma situação que a Capital, cidades do Oeste, incluindo Chapecó, Laguna, Blumenau, Joinville, Itajaí e Balneário Camboriú.

“Há mais de um mês, em Balneário Camboriú, nós decidimos não ter atividades relacionadas às festividades do Carnaval em locais públicos devido a alta da pandemia, o número de casos, é claro que com menos internações, mas foi prudente. O Carnaval nós precisamos de um planejamento. E Carnaval as pessoas vêm sim para aglomerar. Então, não justificaria o Poder Público ser o promotor deste aglomero”, disse o secretário de Turismo de Balneário Camboriú, Geninho Goes.

Em Balneário Rincão, no Sul do estado, um trio elétrico vai passar pelas ruas da cidade, mas sem cordão ou blocos. Joinville e Criciúma foram as únicas a anunciar que não irão aderir ao ponto facultativo decretado pelo governo do Estado. Nas duas cidades não haverá festas públicas e o funcionamento de todos os setores será normal a partir de segunda.

A advogada Vivian de Gann dos Santos explicou que “em Santa Catarina e no Brasil, de um modo geral, Carnaval é a cultura que a gente tem de fazer um ponto facultativo já aguardado e esperado por todos. Mas é uma questão cultural. No fim das contas, o Carnaval tanto para os entes públicos, com seu ponto facultativo, quanto para a iniciativa privada vai ficar a critério de cada administrador”.

Os destinos mais procurados estão animados com o aquecimento do trade turístico. A expectativa é tão grande que a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Florianópolis está incentivando a abertura do comércio durante os dias de folia e pedindo a revogação do ponto facultativo.

Para o vice-presidente da CDL Florianópolis, Júlio Geremias, “é muito importante manter os funcionários circulando na cidade. Quando isso aconteceu no ano passado, nós conseguimos um aumento de quase 30%no movimento do comércio. Vários estabelecimentos não vão abrir por suas características especiais, mas todos aqueles que possam abrir estamos recomendando fortemente que abra”.

Confira mais informações na reportagem do Balanço Geral Florianópolis.

+

BG Florianópolis

Loading...