Documentário conta história de Nega Tereza, pioneira no samba de Itajaí

Produção estreia nesta sexta (4) e aborda a trajetória da artista e sua contribuição para o movimento cultural de Itajaí

Multi-instrumentista, musicista, pioneira e responsável pela formação de artistas itajaienses, Terezinha Peres, conhecida como Nega Tereza, tem uma história inspiradora e um grande impacto na cultura de Itajaí.

Nesta sexta (4), estreia o documentário que conta toda a trajetória da artista. O projeto é produzido em Itajaí e foi aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Itajaí e Fundação Cultural, com renúncia fiscal da APM Terminals.

Documentário contra a trajetória da pioneira do samba em Itajaí, Nega Tereza – Foto: Azul Filmes/DivulgaçãoDocumentário contra a trajetória da pioneira do samba em Itajaí, Nega Tereza – Foto: Azul Filmes/Divulgação

A produção estreia nesta sexta, às 20h, no canal do YouTube do documentário.

“Compartilhar através do audiovisual um pouco das histórias de Nega Tereza foi uma experiência de muita alegria. Ouvi-la, seja conversando, cantando ou tocando seu saxofone, é gratificante, e eu penso que essa experiência precisa ser vivida por mais pessoas. A Nega Tereza é símbolo de luta, arte e realização humana”, conta Maicon Renan, proponente do projeto.

A trajetória da artista e sua contribuição para o movimento cultural de Itajaí foi conhecida pela equipe durante contato com a Câmara Setorial de Expressões Artístico-Culturais Afro-Brasileiras, vinculada ao Conselho Municipal de Políticas Culturais. Depois de algumas reuniões, dois artistas participantes da setorial passaram a integrar a equipe de produção.

As gravações do documentário foram realizadas durante a pandemia da Covid-19, seguindo todos os protocolos de segurança e ajustes necessários.

Veja o teaser da produção

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cultura