‘Eu te amo’: a trajetória do livro que nasceu em Portugal e foi publicado no Brasil

Com milhares de exemplares vendidos no Brasil, o autor pretende levar suas poesias até a Itália

Escrito por Eduardo Bolina, natural de Florianópolis, capital de Santa Catarina, o livro “Eu te amo” teve seus primeiros esboços ainda em Portugal, durante um dos inúmeros trabalhos cênicos do autor.

Livro “Eu te amo” – Foto: Facebook/Reprodução/NDLivro “Eu te amo” – Foto: Facebook/Reprodução/ND

Formado em jornalismo, Eduardo conta que nunca gostou de escrever, mas foi incentivado a seguir esse caminho por uma professora durante a entrega de seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). “Ela enxergou o que eu não via”, conta.

Tanto que seu primeiro livro vendido, “Teatro da Vida – Experiências Universitárias”, foi, de fato, sua reportagem para o TCC.

Depois de diversas voltas ao mundo, o criador do personagem “Zé Tainha” decidiu focar em sua escrita. A obra, lançada pela primeira vez em 2016, intercala 50 poesias autorais, escritas por Eduardo, com 50 frases marcantes – e amorosas – de personalidades da mídia brasileira.

O amor pela família e pelos amigos, o amor platônico e o amor carnal. Dessa forma, todos as diferentes nuances amorosas são exploradas pelo autor em suas escritas.

“Eu sempre fui namoradeiro, desde novo. Um dia encontrei um saco com poesias que ganhei, e assim decidi escrever um livro sobre o amor”, relata Bolina. Segundo o autor, ele já tinha poesias pré-prontas, que escrevia para algumas namoradas.

Comercialização das obras

Ao finalizar um trabalho profissional do outro lado do oceano, em Portugal, decidiu que iria vender sua obra, em forma de coletânea.

Assim, “Eu te amo” está atualmente em sua 10ª edição. Cada edição continha mil exemplares, mas após passar por um período de saúde conturbado em 2019, decidiu que iria relançar, em 2021, cinco mil exemplares, para comemorar sua recuperação.

“Desde então, tomado pela felicidade de me sentir vivo no amor e forte na saúde, volto renovado para realizar meus sonhos de artista e escritor”, conta Bolina.

Eduardo Bolina quer levar sua obra para a Itália – Foto: Reprodução Internet/NDEduardo Bolina quer levar sua obra para a Itália – Foto: Reprodução Internet/ND

Como atua de forma independente, o autor vende seus livros em estantes virtuais na internet, e também em bares e restaurantes de Florianópolis. Muitos estabelecimentos, inclusive, fazem parceria com Bolina, que tende a ser reconhecido como uma figura pública na Ilha pelos personagens já interpretados. Assim, de livro em livro e de mesa em mesa, ele conquista a sua renda.

Em suas poesias, o ator profissional e Membro Imortal da Academia Brasileira de Contadores de Histórias abre sua alma através das palavras, com o objetivo de inspirar e espalhar sua simplicidade para os leitores. Através de seus sentimentos, o autor pretende agora levar o livro até a Itália, a fim de expandir sua escrita pelo mundo.

+

Cultura

Loading...