Fé, gastronomia e reencontro: veja a programação da Festa do Divino em São José e Florianópolis

As duas cidades estão há dois anos sem realizar a tradicional celebração; Em São José, a Festa do Divino começa neste final de semana e na Capital quinta-feira (2)

O clima entre os católicos de São José é de ansiedade. Neste fim de semana e na segunda-feira (30), ocorre a 170ª edição da Festa do Divino Espírito Santo na igreja matriz de São José.

Casal festeiro da 170ª Festa do Divino em São JoséIolanda Momm Meincheim e Miguel Meincheim, o casal festeiro da 170ª Festa do Divino em São José – Foto: Secom/PMSJ/Divulgação/ND

A festa, realizada desde 1851, foi adiada por dois anos devido à pandemia, o que aumenta a expectativa da comunidade. A Festa do Divino de São José, patrimônio imaterial da cidade, conserva a cultura açoriana.

Conforme o casal festeiro Miguel Meincheim e Iolanda Momm Meincheim, está tudo preparado.

“Está tudo certo, tudo pronto. Os voluntários estão trabalhando com muita alegria e preparamos tudo com muito amor. Estamos esperando um número muito grande de pessoas. Tenho certeza que vai ser uma grande festa”, declarou Iolanda.

Em cortejo, os fiéis devem tomar as ruas do Centro Histórico de São José neste fim de semana – Foto: Secom/PMSJ/Divulgação/NDEm cortejo, os fiéis devem tomar as ruas do Centro Histórico de São José neste fim de semana – Foto: Secom/PMSJ/Divulgação/ND

Segundo ela, cerca de 300 voluntários contribuíram – e ainda vão contribuir nos três dias de evento – para a festa acontecer. Os últimos 15 dias marcaram as montagens finais da celebração.

Escolhidos como o casal festeiro na última edição da festa, em 2019, Miguel e Iolanda contam que a preparação começou um ano antes do evento. Entre as funções, eles precisam imaginar os convites, os detalhes da roupa do casal imperial e do grupo que os acompanha nos cortejos.

O casal festeiro tem o apoio de Lurdete Felipe da Silva na preparação das dezenas de crianças que participam das celebrações religiosas. Ela ajuda a preparar os pequenos e ampara o casal festeiro em tudo que diz respeito à parte religiosa. Além disso, o evento tem a coordenação de Moacir da Silva.

Trabalho gratificante

Questionada se teve muito trabalho na função de festeira, Iolanda disse que não vê dessa forma: “Não, porque a gente faz com amor. Claro que, no final, até porque a gente começa de manhã e termina de noite, vem um pouco de cansaço, mas é um cansaço gostoso, uma coisa prazerosa.”

Na Festa do Divino, tudo é pensado e realizado com muita dedicação, amor e carinho – Foto: Secom/PMSJ/Divulgação/NDNa Festa do Divino, tudo é pensado e realizado com muita dedicação, amor e carinho – Foto: Secom/PMSJ/Divulgação/ND

Natural de Antônio Carlos, e moradora de São José há 40 anos, Iolanda se envolve com a festa desde que chegou à cidade: “Eu até achei que ser festeiro fosse uma coisa meio difícil, muito trabalhosa, mas não. É um momento muito gratificante, muito bom”.

Gastronomia

Na noite de sexta-feira, o padre Aparecido celebrou uma missa na Matriz, depois do retorno das bandeiras que passaram nas casas convidando as famílias para a festa.

Além disso, foi servida a Divina Sopa preparada por um grupo de senhoras do bairro Colônia Santana. Os eventos realizados na véspera do início dos festejos funcionaram como uma espécie de aquecimento.

Tradicionalmente realizado entre 10 a 15 dias antes da grande festa, o Divino Café abriu as festividades para o povo na Festa do Divino de 2022 em São José. O café deste ano, que ocorreu no Hard Rock Live Florianópolis, foi um sucesso, reunindo quase 700 pessoas.

“Foi um evento muito legal. O pessoal se doou bastante, tivemos uma ajuda bem grande e todo o recurso arrecadado ali é revertido para ajudar nas despesas da paróquia nos três dias de festa”, registrou Iolanda.

Programação da Festa do Divino em São José:

Sábado

  • 18h30 – Abertura e Cortejo da Família Imperial
  • 19h – Missa na Matriz

29 de maio

  • 9h – Cortejo da Família Imperial
  • 9h30 – Missa na Matriz12h – Almoço
  • 14h – Tarde de prêmios
  • 18h30 – Cortejo da Família Imperial
  • 19h – Missa na Matriz

30 de maio

  • 14h – Missa na Matriz
  • 15h30 – Café colonial e tarde de prêmios;
  • 18h30 – Cortejo da Família Imperial
  • 19h – Missa presidida por Dom Wilson Jönck
  • 20h30 – Noite de prêmios

Evento começa na quinta-feira na Capital

A Capital também realiza a Festa do Divino Espírito Santo em 2022, no Centro e em 13 bairros. Assim como São José, Florianópolis ficou dois anos sem a celebração. No Centro, os festejos ocorrem de 2 a 5 de junho, com missas na Capela do Divino Centro.

Do dia 2 ao dia 4, as missas ocorrem no início da noite. No dia 5, a missa de Pentecostes, ocorre pela manhã. Os 13 bairros recebem os festejos de junho a setembro.

O início das celebrações em Florianópolis foi em 21 de maio, quando ocorreu o desfile de cortejo nas principais ruas do Centro.

Programação da Festa do Divino em Florianópolis:

Missas (Na Capela do Divino, no Centro)

  • 2 de junho, às 19h
  • 3 de junho, às19h
  • 4 de junho, às 18h
  • 5 de junho, às 10h

Nos bairros

  • Monte Verde: dias 4 e 5 de junho
  • Ribeirão da Ilha: dias 4, 5 e 6 de junho
  • Trindade: dias 4, 5, 11 e 12 de junho
  • Prainha: dias 9, 11 e 12 de junho
  • Estreito: 10, 11 e 12 de junho
  • Rio Tavares: dias 10, 11 e 12 de junho
  • Pântano do Sul: dias 1, 2 e 3 de julho
  • Lagoa da Conceição: dias 8, 9 e 10 de julho
  • Campeche: dias 16 e 17 de julho
  • Rio Vermelho: dias 2, 3 e 4 de setembro
  • Barra da Lagoa: dias 7, 8, 9, 10 e 11 de setembro
  • Santo Antônio de Lisboa: dias 9, 10 e 11 de setembro
  • Canasvieiras: dias 23, 24 e 25 de setembro

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Cultura

Loading...