Cacau Menezes

cacau.menezes@ndtv.com.br Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos e deixa o nome no hall da fama

Sua carreira fez parte dos meus anos de vida. Do Jô, vi quase tudo e de tudo são lembranças boas. Muito inteligente, um "gordo" adorado e adorável.  Uma grande perda para o Brasil

Garçom Alex Bernardes fez parte da equipe de Jô Soares por quase três décadas — Foto: Divulgação/NDGarçom Alex Bernardes fez parte da equipe de Jô Soares por quase três décadas — Foto: Divulgação/ND

Acordamos com a triste notícia, nesta primeira sexta-feira de agosto (5), que perdemos nesta madrugada, em São Paulo, mais um grande destaque da televisão brasileira, dos palcos, das entrevistas, dos shows, do humor, do entretenimento, da literatura. Ator, diretor, produtor, escritor, apresentador, criador da linha de frente.

Jô Soares tinha 84 anos, era muito bem-sucedido, apreciador da boa música, das motos Harley Davidson —  teve uma muitos anos e muitos tombos —  e nas melhores horas um bom charuto. Era um artista insubstituível.

Ele morreu no Hospital Sírio Libanês. A causa da morte não foi divulgada. O enterro e velório serão reservados à família e amigos, em data e local ainda não informados.

Sua carreira fez parte dos meus anos de vida. Do Jô, eu vi quase tudo e de tudo são lembranças boas. Muito inteligente, um gordo adorado e adorável. Uma grande perda para o Brasil.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...