Museus de SC reabrem com restrições e protocolos de segurança da Covid-19

Visitas são limitadas a grupos de sete a oito pessoas; além disso, uso de máscara e distanciamento social, regras básicas da prevenção ao vírus, são exigidas nos museus

O MHSC (Museu Histórico de Santa Catarina), do Palácio Cruz e Sousa, e o MIS/SC (Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina) estão novamente de portas abertas. Desde a última terça-feira (19), o público externo pode visitar os dois locais.

MHSC um dos mais importantes museus da história de Santa CatarinaMuseu Histórico de Santa Catarina, no coração de Florianópolis, está de portas abertas novamente – Foto: Daniel Queiroz/ND

O MHSC fica no coração de Florianópolis, no Centro da Capital, próximo a Praça XV. O MISSC, por sua vez, tem endereço na Avenida Governador Irineu Bornhausen, no Bairro Agronômica, na mesma estrutura do CIC (Centro Integrado de Cultura).

Como será a reabertura do MHSC

Nesta reabertura, a administração resolveu fazer visitas guiadas e limitadas – grupo de sete pessoas no máximo. As visitas também terão um roteiro estabelecido e que segue protocolos sanitários de segurança da Covid-19.

Não será permitido tocar ou manusear o acervo. Os visitantes devem usar máscara e também respeitar o distanciamento social.

O local terá álcool em gel à disposição e, antes da visita guiada, será exibido um vídeo com orientações.

Como agendar visita

Para realizar a visita ao MHSC é preciso agendar. Basta entrar em contato das 13h às 17h, nos dias de semana. Isso pode ser feito na recepção do próprio museu, ou por telefone: (48) 3665-6363.

As visitas ocorrem de segunda a sexta, das 13h às 17h. O público também pode visitar o museu aos sábados, das 10h às 14h.

Reabertura do MIS/SC

O MIS/SC também reabre respeitando protocolos de segurança e em horário diferenciado: das 13h às 19h, de terça a domingo. Na entrada, haverá medição de temperatura e controle do uso obrigatório de máscaras.

Museu da Imagem e do Som de SantaMuseu da Imagem e do Som de Santa Catarina também reabre com restrições – Foto: Divulgação/FCC/ND

Será permitida a entrada de oito visitantes por vez e o público também não será autorizado a tocar nos objetos expostos. Distanciamento mínimo de 2 m entre as pessoas é outra regra imprescindível.

Os próximos visitantes do MISSC podem conferir a mostra “O que VEM antes da nuVEM”, em cartaz antes da pandemia. A exposição é um passeio no tempo mostrando suportes, mídias e players que fizeram história.

Uma viagem no universo dos vídeos, fotografias e músicas que chega ao momento atual, da digitalização dos arquivos.

São cerca de 50 peças que revelam como era o armazenamento e os meios de reprodução antes do surgimento das chamadas “nuvens”.

Reabertura gradativa

O setor administrativo da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) segue em trabalho remoto.

Em breve, serão divulgadas as datas para pedidos de pauta do cinema do CIC, teatros administrados pela FCC, sala Lindolf Bell e espaço expositivo do MIS/SC.

A reabertura do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) está prevista para fevereiro.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Cultura