NDTV estreia documentário ‘Anita: Amor, Luta e Liberdade’ neste sábado

Produção foi divida em quatro episódios, gravados entre o Brasil e a Itália, locais onde a "heroína dos dois mundos" fez história

Este sábado (28) fica marcado pela chegada de uma figura catarinense marcante na tela da NDTV. Depois de mais de seis meses de trabalho, a audiência do Grupo ND conhecerá o trabalho final exibido no documentário ‘Anita: Amor, Luta e Liberdade’.

Estreia acontece neste sábado, na tela da NDTV – Foto: José Somensi/Divulgação/NDEstreia acontece neste sábado, na tela da NDTV – Foto: José Somensi/Divulgação/ND

Com mais de 40 profissionais envolvidos e gravações que rodaram o Brasil e a Itália, será a partir das 13h, depois da edição de sábado do Balanço Geral, o encontro com a “heroína dos dois mundos”.

Anita Garibaldi e a História

Nascida em 30 de agosto de 1821, em Laguna, no Sul da Santa Catarina, se tornou um símbolo de coragem para futuras gerações. Vale ressaltar que seu nome de batismo é Ana Maria de Jesus Ribeiro, mas sua notoriedade veio quando que lutou ao lado do marido, Giuseppe Garibaldi.

Uma trajetória que começou em Laguna, em 1839, seguiu para o Rio Grande do Sul, durante o período da Revolução Farroupilha, de 1835 a 1845, passou pelo Uruguai, em 1841, e terminou na Europa, onde lutou pela Unificação da Itália, de 1847 a 1849.

No ano do bicentenário de Anita, a NDTV produziu, em parceria com o Instituto Cultural Anita Garibaldi, a série documental que conta a trajetória da catarinense. “Anita: Amor, Luta e Liberdade”, mistura linguagens ficcional, jornalística e documental, dividida em quatro episódios.

Pré-estreia

Cerca de 60 convidados acompanharam pré-estreia do documentário, em uma sessão no Palácio Cruz e Sousa, em Florianópolis. O presidente-executivo do Grupo ND, Marcello Corrêa Petrelli, foi um dos que assistiu à exibição.

“Por ser um projeto feito por excepcionais profissionais, com texto de cinema na televisão, produção exemplar, esse trabalho é uma virada de chave da empresa, para que possamos realizar outros projetos, dois a três por ano, contando a história de Santa Catarina”, destacou Petrelli.

Cenas gravadas no Brasil e na Itália

As cenas de ficção foram feitas no Cine Teatro Mussi, em Laguna. Outra linha da narrativa se passa em uma biblioteca, onde o jornalista Celito Esteves interage com uma adolescente, resgatando os principais fatos da vida de Anita Garibaldi.

Ainda em Laguna, a equipe gravou em diversos locais como no Centro Histórico da cidade, além dos nos molhes, onde aconteceu a Batalha de 15 de Novembro. As passagens de Anita por Imbituba, Lages e Curitibanos também foram retratadas no documentário.

A equipe de “Anita: Amor, Luta e Liberdade” também visitou cinco cidades na Itália para mostrar os principais locais por onde ela passou e entrevistar historiadores, apaixonados pela história da nossa heroína e também bisnetas e um tataraneto de Anita.

Produção

O argumento original é do Diretor Regional do Grupo ND em Florianópolis, Roberto Bertolin. Já p roteiro e a direção contam com a assinatura de Isabela Hoffmann.

A Direção de Produção é de Marcelo Campanholo e a Direção de Fotografia de Marcelo Feble. A atriz Lize Souza interpreta Anita Garibaldi e Giuseppe Garibaldi será vivido por Welington Moraes.

+

Anita: Amor, Luta e Liberdade

Loading...