Conheça seis pontos turísticos que contam a história de São José

Município completa 271 anos de fundação no dia 19 de março e é repleto de locais que representam os quase três séculos da cidade

A Igreja Matriz é guardiã da história de São José. No local onde está instalada já foram construídas outras duas igrejas – a primeira foi uma paróquia de pau-a-pique erguida em 1750 e demolida em 1765, seguida por uma segunda igreja, que recebeu a visita de D. Pedro II, em 1845. A construção atual é de 1848. A obra mantém os traços do seu tempo: coberta com telhas coloniais e paredes em pedra e cal. A construção é patrimônio tombado e está localizada no Centro Histórico da cidade – Foto: Prefeitura de São José/Divulgação/ND
1 6

A Igreja Matriz é guardiã da história de São José. No local onde está instalada já foram construídas outras duas igrejas – a primeira foi uma paróquia de pau-a-pique erguida em 1750 e demolida em 1765, seguida por uma segunda igreja, que recebeu a visita de D. Pedro II, em 1845. A construção atual é de 1848. A obra mantém os traços do seu tempo: coberta com telhas coloniais e paredes em pedra e cal. A construção é patrimônio tombado e está localizada no Centro Histórico da cidade – Foto: Prefeitura de São José/Divulgação/ND

Com uma vista deslumbrante do mar, os quase 3km da Beira-mar de São José são um convite para atividades ao ar livre como ciclismo, passeio com amigos, corridas e caminhadas. O espaço foi inaugurado em 2001 e já foi palco para diversas programações culturais promovidas por projetos sociais e da Prefeitura. – Foto: Arquivo/ND
2 6

Com uma vista deslumbrante do mar, os quase 3km da Beira-mar de São José são um convite para atividades ao ar livre como ciclismo, passeio com amigos, corridas e caminhadas. O espaço foi inaugurado em 2001 e já foi palco para diversas programações culturais promovidas por projetos sociais e da Prefeitura. – Foto: Arquivo/ND

Outro ponto inspirador de São José é o Bico da Carioca, primeiro ponto de captação de água do município. Em 1840, a nascente era utilizado como lavadouro público. Na ocasião, foram instaladas pedras para bater a sujeira das roupas, que, anos depois, foram substituídas por artefatos de cimentos. Localizado no Beco da Carioca, no Centro Histórico, o local foi revitalizado em 2018 – Foto: Prefeitura de São José/Divulgação/ND
3 6

Outro ponto inspirador de São José é o Bico da Carioca, primeiro ponto de captação de água do município. Em 1840, a nascente era utilizado como lavadouro público. Na ocasião, foram instaladas pedras para bater a sujeira das roupas, que, anos depois, foram substituídas por artefatos de cimentos. Localizado no Beco da Carioca, no Centro Histórico, o local foi revitalizado em 2018 – Foto: Prefeitura de São José/Divulgação/ND

O Museu Histórico, no Centro Histórico de São José, foi o primeiro prédio tombado do Município e guarda um acervo com mais de três mil peças – fotografias, porcelanas, pinturas e bens de importância cultural. Muitos desses bens são provenientes do século XIX. As dependências, que foram restauradas em 1984, já foram utilizadas pela Guarda Nacional e pela Escola Militar. – Foto: Prefeitura de São José/Divulgação/ND
4 6

O Museu Histórico, no Centro Histórico de São José, foi o primeiro prédio tombado do Município e guarda um acervo com mais de três mil peças – fotografias, porcelanas, pinturas e bens de importância cultural. Muitos desses bens são provenientes do século XIX. As dependências, que foram restauradas em 1984, já foram utilizadas pela Guarda Nacional e pela Escola Militar. – Foto: Prefeitura de São José/Divulgação/ND

A Praça Hercílio Luz está localizada no Centro Histórico de São José, perto da Igreja Matriz. Nela está instalado o monumento Plínio Verani, que homenageia os açorianos que fundaram a cidade, no ano de 1750. O local é espaço de recreação, eventos e contemplação – Foto: Arquivo/Prefeitura de São José/Divulgação/ND
5 6

A Praça Hercílio Luz está localizada no Centro Histórico de São José, perto da Igreja Matriz. Nela está instalado o monumento Plínio Verani, que homenageia os açorianos que fundaram a cidade, no ano de 1750. O local é espaço de recreação, eventos e contemplação – Foto: Arquivo/Prefeitura de São José/Divulgação/ND

O bairro, e também balneário, Ponta de Baixo atraí moradores e visitantes que buscam belas paisagens, restaurantes e bares à beira-mar. A região é badalada desde os anos 1970 e também guarda história: pontos de oleiros e cultura tradicional estão presentes no bairro. No fim dos anos 1980, houve a tentativa de mudar o nome para Balneário Guarema, mas os moradores locais não aceitaram – Foto: Arquivo/ND
6 6

O bairro, e também balneário, Ponta de Baixo atraí moradores e visitantes que buscam belas paisagens, restaurantes e bares à beira-mar. A região é badalada desde os anos 1970 e também guarda história: pontos de oleiros e cultura tradicional estão presentes no bairro. No fim dos anos 1980, houve a tentativa de mudar o nome para Balneário Guarema, mas os moradores locais não aceitaram – Foto: Arquivo/ND

+

Eu amo São José