Santa Dulce dos Pobres pode ganhar um Dia Nacional no Brasil; veja quando

A Santa Dulce se tornou a primeira mulher canonizada do Brasil, recebendo em 2019 o título póstumo entregue pelo Papa Francisco

Santa Dulce dos Pobres, primeira mulher brasileira oficialmente canonizada pela Igreja Católica, pode ganhar um Dia Nacional. A proposta foi aprovada pelo Senado e segue para votação na Câmara dos deputados. Caso aprovada, a homenagem deve acontecer no dia 13 de agosto.

Proposta pretende homenagear Irmã Dulce com Dia Nacional a partir de 2022 – Foto: Divulgação/NDProposta pretende homenagear Irmã Dulce com Dia Nacional a partir de 2022 – Foto: Divulgação/ND

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) foi o criador da proposta. A data escolhida remete à tradicional homenagem à irmã Dulce que acontece na Bahia. Isso porque Santa Dulce foi canonizada no dia 13 de outubro de 2019, em cerimônia celebrada pelo Papa Francisco.

Inicialmente, a proposta trazia a intenção de tornar a data um feriado nacional. Para evitar impactos econômicos e facilitar a aprovação, o próprio Coronel propôs que a homenagem fosse apenas o Dia Nacional da Santa Dulce dos Pobres.

Por que a proposta?

“Irmã Dulce construiu o que se tornaria depois o maior hospital da Bahia, a partir de um galinheiro. E em 1959 foi criada a Associação Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), seguida pelo Albergue Santo Antônio”, resume o parlamentar na justificativa do projeto.

Ainda em seu argumento, ele defende que o feriado é uma justa homenagem à primeira santa canonizada no Brasil. “Foi o anjo bom da Bahia, admirada nacional e mundialmente porque viveu única e exclusivamente para ajudar os mais pobres”.

*Com informações da Agência Senado.

+

Cultura

Loading...