Centenas de pessoas participam de aula de dança no Bolshoi

No domingo (29), o Instituto Festival de Dança fará a Blitz do Festival

Rogério Souza Jr./ND

Empenho. A Escolinha de Esporte Paraolímpicos participou do evento

Para dançar, basta ter vontade. Foi isso que cerca de 300 pessoas fizeram na comemoração do Dia Internacional da Dança, que ocorreu nas dependências da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. João Mateus Duarte Padilha, 13 anos, faz basquete e natação no Cepinho, a Escolinha de Esporte Paralímpicos que faz parte do Cepe (Centro Esportivo para Pessoas Especiais). João participa das atividades da instituição há 2 anos e ficou impressionado com o tamanho da Escola do Bolshoi. “Adorei a oportunidade com a aula e por conhecer a escola. Não imaginei que fosse tão grande”, afirma.

Com outros 20 integrantes do Cepe, participou, pela primeira vez, da aula de dança com o professor Cosme Gregory. O pianista Arthur Bandt deu o ritmo necessário à atividade. Segundo Francieli de Rezende, coordenadora do Cepinho, a ação é uma forma de integrar as duas instituições que trabalham com o movimento do corpo. “Participar de atividades como esta ajudam no desenvolvimento de todos e na interação de duas entidades de referência na cidade”, afirma. Os participantes desta aula fazem atletismo, natação, bocha ou futebol no Cepe.

Além dos integrantes do Cepe e do Cepinho, alunos da Apae, deficientes auditivos da Escola Rui Barbosa, membros do time de basquete de cadeira de rodas Raposas do Sul, pacientes do Caps, senhoras do grupo Amizade, integrantes da Pró-Rim e alunos de escolas de dança participaram das atividades no Bolshoi.

A escola participou, à noite, da 8ª Noite Cultural, que ocorreu no Teatro Juarez Machado. O evento é uma promoção da Escola Municipal de Ballet da Casa da Cultura Fausto Rocha Jr. Segundo Pavel Kazarian, diretor geral da Escola do Bolshoi, a instituição gosta de promover ações onde a comunidade participa das atividades.

“Foi uma oportunidade das pessoas conhecerem o Bolshoi e ser bailarino por um dia.” Além de dançar, todos os participantes conheceram a escola e também assistiram a algumas apresentações dos alunos do Bolshoi. À tarde, bailarinas visitaram pacientes do Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria.

Blitz da dança no domingo

No domingo (29), o Instituto Festival de Dança fará a Blitz do Festival, com apresentações em diferentes locais da cidade e entregará adesivos, botons, flyers e cordões para quem assistir. Às 13h, será no Joinville Garten Shopping. Uma hora depois, no Shopping Cidade das Flores e, às 15h, no Shopping Mueller. A partir das 16h a apresentação será no Parque da Cidade e, às 17h, na rua Ministro Calógeras, perto do Supermercado Angeloni.

Neste último local será inaugurado um relógio que fará a contagem regressiva para a 30ª edição do Festival de Dança de Joinville. Neste domingo, faltarão 80 dias para o evento. Outra ação é o lançamento da campanha “Se a dança é tudo… Tudo vira dança!”, onde qualquer pessoa pode e postar um vídeo em que apareça dançando no www.festivaldedanca.com.br/diadadanca/. O vídeo deve ter até 10 segundos e enviado até o dia 15 de maio. O participante deve começar a coreografia à sua direita e terminá-la à sua esquerda. O vídeo mais criativo ganhará uma anuidade no Clube Sócio Mais e terá todos os benefícios para curtir o Festival de Dança.

Na segunda-feira, a Livrarias Curitiba, no Shopping Mueller, em parceria com a Escola de Dança Dois pra lá Dois pra Cá promove uma apresentação de tango com Maycon Santos e Francine Borges para marcar o Dia Internacional da Dança. A atração será gratuita e começa às 19 horas.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo