Desenhista Clovis Geyer realiza nova versão do Mapa de Humor de Florianópolis

Obra passa por atualização e recebe intervenções contemporâneas

Daniel Queiroz/ND

Clovis Geyer atualiza o mapa, que deve ficar pronto em abril de 2016

Florianópolis é reconhecida por suas belezas naturais, boa gastronomia e opções de entretenimento. Mas a cidade tem características locais que somente nativos, radicados ou visitantes frequentes costumam identificar. São essas peculiaridades e detalhes que foram retratados em 1989 no Mapa de Humor de Florianópolis pelo cartunista Clovis Geyer, 61. Mais de duas décadas depois, o desenhista gaúcho radicado na Capital realiza a atualização da obra visual, acrescentando novos desenhos e caricaturas que exploram a identidade de regiões e localidades. O novo mapa atualizado deve ser lançado em abril deste ano. “A cidade mudou muito desde então. Estou acrescentando a região continental, os terminais urbanos, o novo Mercado Público, o túnel Antonieta de Barros, a passarela Nego Quirido, entre outras coisas”, adianta Clovis, que já tem parte dos desenhos finalizados.

Desde que lançou a primeira versão do Mapa de Humor de Florianópolis, Geyer realiza republicações periódicas anuais em série para comercialização, porém agora, finalmente está atualizando a obra. Seja com as bruxas brincalhonas ou com os turistas perdidos, o Mapa de Humor de Florianópolis retrata a cidade de maneira divertida. As principais praias, balneários e pontos turísticos de Florianópolis ganham uma abordagem bem-humorada com intervenções contemporâneas, como, por exemplo, um jogo de quadribol das bruxas da Ilha – alusão referente ao esporte fictício da série Harry Potter – uma luta entre paus de selfies de turistas como se fossem espadas, e corridas de jet ski.

“O mapa tem uma boa repercussão porque é um cartão-postal positivo e bem-humorado da Ilha. Ele provoca encantamento pela riqueza de detalhes e gera identificação naqueles que moram na cidade. É um retrato alegre e descontraído. Por exemplo, na minha Ilha não tem poluição”, observa o desenhista. A atualização da obra está sendo feita com apoio financeiro do Logo (Laboratório de Orientação da Genêse Organizacional) da UFSC e quando finalizado, a intenção é que o Mapa de Humor de Florianópolis seja impresso e distribuído pela administração municipal e órgãos de turismo, de acordo com Clovis Geyer. “Ainda estamos em busca de recursos, a bolsa para produção do trabalho já existe”, explica o artista.

Divulgação/ND

Obra recebe novos desenhos bem-humorados, como uma luta entre turistas com seus paus de selfies 


No desenho tudo é possível

Desenhista desde criança, Clovis Geyer é caricaturista e chargista e tem anos de experiência com os traços. Formado em artes gráficas pela UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), o artista também atua como professor de animação no curso de design da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Autor de três livros, “Humor Diário” (1998), “A Pequena Grande Marília” (2004) e “O Boné do Bufão” (2015), Geyer também já trabalhou como chargista em diferentes veículos de comunicação. “Para mim, não há exercício mais prazeroso que desenhar. É uma arte permissiva, que proporciona múltiplas possibilidades de criação para o autor. Nada é impossível no mundo dos desenhos”, conclui Geyer. 

• Saiba mais sobre o trabalho de Clovis Geyer através do site www.clovisgeyer.com.br.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...