Homem que matou ex-namorada em Blumenau tem recurso negado e vai a júri popular

A designer Bianca Mayara Wachholz foi morta pelo ex-namorado com um tiro no rosto na casa de sua mãe

Everton Balbinot de Souza teve seu recurso negado por unanimidade pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Ele tentava reverter a decisão de pronúncia de juízo de primeiro grau, pela qual ele deverá ser submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri na comarca de Blumenau. Everton é acusado de matar a ex-namorada Bianca Mayara Wachholz, de 29 anos, em julho do ano passado.

Bianca Mayara Wachholz era designer e foi assassinada pelo ex-namorado – Reprodução / Arquivo Pessoal

Leia também:

Bianca e Everton namoravam há cerca de um ano e haviam terminado o relacionamento há 15 dias quando o crime ocorreu. A designer reclamava das agressões do namorado desde o início da relação, mas tinha medo de denunciar porque recebia ameaças de morte. Everton disse que a matou  “para que não se envolvesse com mais ninguém”.

Ela foi assassinada com um tiro no rosto quando estava na casa de sua mãe. Bianca morreu em um momento que começava a ganhar destaque na profissão.

O acusado está preso desde 27 de julho de 2018, dois dias após o crime.

+

Desenho