Advogadas criminalistas quebram barreiras

Às vezes, qualquer espaço que a gente consegue a mais já é uma grande vitória. No caso de algumas profissões e em áreas específicas, o avanço das mulheres caminha lentamente. Vocês sabiam que, pelo que se tem notícia, em Chapecó, nunca houve um júri popular somente com mulheres na defesa? O ‘BG Mais’ conheceu duas advogadas que se preparam para serem as primeiras, ou pelo menos estar entre as raras exceções.

+ BG Oeste