De Volta para o Futuro: conheça tecnologias que saíram da telona e chegaram ao mundo real

Trilogia da década de 80 retorna aos cinemas de Florianópolis esta semana, em comemoração a data em que o personagem Marty McFly viaja no tempo

Divulgação/ND

Marty McFly e o dr. Emmett Brown são os protagonistas da história que viajam ao futuro e descobrem como seria o mundo 30 anos após sua época

Considerada uma das franquias cinematográficas mais populares das últimas décadas, “De Volta para o Futuro” está em alta esta semana. O motivo é a icônica data 21 de outubro de 2015, visitada pelo protagonista Marty McFly e o dr. Emmett Brown – o Doc – no segundo filme da trilogia, lançado em 1989. Para celebrar, cinemas de todo o mundo – incluindo dois da Grande Florianópolis – estão organizando maratonas com os três longas nesta quarta-feira.

Em “De Volta para o Futuro – Parte 2”, os personagens encontram um ano 2015 futurístico e tecnológico, com carros voadores, skates que levitam e hologramas. No entanto, os filmes da franquia vão muito além das viagens no tempo. A série tem o seu lugar na história do cinema e pode ser considerada uma grande influência na cultura pop moderna.

A trilogia dirigida por Robert Zemeckis possui uma legião de fãs. Estrelada por Michael J. Fox (McFly) e Christopher Lloyd (Doc) – eternizados nos papéis –, a história cativou públicos de todas as idades misturando aventura e ficção científica. Ao longo dos três filmes, lançados entre 1985 e 1990, a dupla utiliza uma máquina do tempo em forma de carro – um DeLorean – para viajar ao passado e ao futuro. Marty McFly, em especial, se depara com muitas surpresas. O garoto conhece a versão jovem de seus pais, encontra seus futuros filhos e visita até mesmo o velho oeste no ano 1885. As diversas teorias e linhas do tempo paralelas são elementos importantes de “De Volta para o Futuro”, que ainda inspirou uma série de animação nos anos 1990.

Divulgação/ND

O skate que faria as pessoas flutuarem foi desenvolvido, mas ainda não está à venda

Filme consagrou Michael J. Fox

Conhecido na época pelo seu papel no seriado “Caras e Caretas” (“Family Ties”), Michael J. Fox quase perdeu a chance de estrelar “De Volta para o Futuro”. Em 1985, aos 24 anos, o ator era considerado o favorito para o papel de protagonista, mas por conta de conflitos na agenda foi substituído por Eric Stoltz. No entanto, o resultado não agradou o diretor Robert Zemeckis, que optou viabilizar a participação de Fox. O ator colheu os frutos do sucesso de “De Volta para o Futuro” em uma carreira repleta de passagens menos marcantes pelo cinema. Na televisão, participou da série “Spin City” entre 1996 e 2001. Atualmente, Fox luta contra a doença de Parkinson, com a qual foi diagnosticado em 1991. A vida do ator também inspirou a série “O Show de Michael J. Fox”, em 2013.

Impressões da década de 80

Algumas tecnologias presentes no filme que chegaram ao mundo real – ou quase chegaram:

● Hoverboard

Divulgação/ND

A prancha Slide, da Lexus, consegue flutuar a alguns centímetros do chão

A empresa de automóveis Lexus desenvolveu um dispositivo chamado “Slide” com aparência futurística e forma de skate, que flutua a alguns centímetros do chão graças a uma série de ímãs e supercondutores resfriados com nitrogênio líquido. No entanto, não há previsão para que o item seja colocado à venda.

● Nike Mag

Divulgação/ND

O tênis Nike Mag foi lançado em 2011, mas sem os cadarços automáticos

Um dos itens mais desejados pelos fãs da franquia é o tênis com cadarços que se amarram automaticamente. O modelo foi criado especialmente para o filme e não está disponível no mercado. Porém, em 2011, a Nike lançou uma edição limitada do calçado, com apenas 1.500 pares, leiloados na internet – e sem o cadarço automático. O valor inicial era de 100 mil dólares.

● Carro voador

Divulgação/ND

O carro voador da AeroMobil caiu durante um teste realizado em maio

Em outubro de 2014, uma empresa da Eslováquia apresentou um protótipo de carro voador chamado Flying Roadster. A AeroMobil divulgou que o modelo chega a 200km/h no ar e poderia ser vendido a partir de 2017. No entanto, durante um teste realizado em maio, o carro voador caiu. Não se sabe se a fabricante ainda pretende lançar o veículo.

Horário das maratonas nos cinemas da Grande Florianópolis:

● Cinemark (Floripa Shopping) – 21/10, quarta-feira

17h10 – De Volta para o Futuro
19h40 – De Volta para o Futuro – Parte II
22h – De Volta para o Futuro – Parte III

● Cinépolis (Continente Shopping) – 21/10, quarta-feira

17h – De Volta para o Futuro
19h45 – De Volta para o Futuro – Parte II
22h20 – De Volta para o Futuro – Parte III

+

Diversão