Documentário catarinense “Vale Tombado” aborda polêmico tombamento histórico em SC

Assista o filme que aborda o processo de tombamento histórico de bairros no Norte de Santa Catarina

Na última terça, 05/07, foi lançado o filme catarinense “Vale Tombado”, que aborda o polêmico tombamento histórico nos bairros Rio da Luz e Testo Alto em Santa Catarina, em Jaraguá do Sul e Pomerode, levantando questionamentos sobre o passado da região e a memória dos seus moradores. Dirigido por Carlos Daniel Reichel e produzido pela produtora “Escritório de Cinema”, o filme teve apoio do Fundo Municipal de Cultura da cidade de Jaraguá do Sul, We Art e Clandestino Filmes.

Com cerca de 45 minutos de duração, o documentário aborda a questão entrevistando moradores da região e especialistas sobre patrimônio histórico brasileiro. “O debate sobre o patrimônio histórico no Brasil é muito polarizado e fica difícil entender os pontos de vista na discussão, onde aos poucos se perde o que é realmente importante de ser discutido, que é o papel da nossa história na maneira que planejamos o futuro. Interesses imobiliários, desenvolvimento sustentável e preservação histórica podem caminhar juntos. O que acontece em Santa Catarina se repete em várias outras partes do Brasil. O sotaque e detalhes de arquitetura podem ser diferentes, mas no fundo lidamos com os mesmos problemas”, afirma Carlos Daniel Reichel diretor e roteirista de “Vale Tombado”.

Em 2007, algumas áreas dos bairros Rio da Luz, em Jaraguá do Sul, e Testo Alto, em Pomerode, no Norte de Santa Catarina, foram oficialmente transformadas em patrimônio histórico nacional. O tombamento foi o primeiro que tratou de paisagem cultural no país. Não só as edificações, mas toda a área tombada foi então considerada patrimônio brasileiro. Falta de informação, aliada à forte resistência por grande parte dos moradores, criou uma polêmica em torno do assunto, trazendo à tona o debate sobre o limite entre os interesses público e privado.

O filme está disponível gratuitamente e pode ser assistido no YouTube. Assista “Vale Tombado”:

Loading...