Estudioso francês Michel Poivert discute fotografia conteporânea em palestra no TAC, neste sábado

Para ele, a fotografia se define como contemporânea a partir dos anos 80, quando entra no circuito da arte

Christophe Bourguedieu/Divulgação

Historiador e crítico de arte, Poivert é professor na Université Paris 1 – Panthéon-Sorbonne 

Primeiramente com seu auge no fotojornalismo e nos gêneros documentais, a fotografia encontrou um caminho paralelo ao da arte a partir dos anos 80, ocupando o espaço de galerias e museus. Para o historiador e crítico e especialista em fotografia Michel Poivert essa aproximação é o que define a fotografia contemporânea, tema da palestra que ele oferece no sábado (27) no TAC (Teatro Álvaro de Carvalho), promovida pela organização do Floripa na Foto.

Poivert é diretor do departamento de História da Arte e Arqueologia da Université Paris 1 – Panthéon-Sorbonne e já foi presidente da Société Française de Photographie (Sociedade Francesa de Fotografia). A palestra traz o conteúdo do livro que publicou em 2010, “A Fotografia Contemporânea”, ainda inédito no Brasil. Para esse trabalho ele analisou a fotografia produzida desde 1980, conceituando a fotografia contemporânea e identificando suas correntes.

O professor também vai ministrar uma aula no mestrado de artes visuais no início da semana e visitar exposições de fotografia. “É um olhar de fora vendo a obra de fotógrafos de Florianópolis”, diz Lu Renata, uma das coordenadoras do Floripa na Foto. O festival, que ainda não tem data para acontecer por falta de patrocínio, promove nos dias 31 de outubro e 1º de novembro também a oficina “Processos fotográficos contemporâneos – o retrato em perspectiva”, com a fotógrafa Andrea Eichenberger, que é orientanda de Poivert em seu pós-doutorado na França.

Floripa na Foto sem apoio

A palestra de Michel Poivert estava prevista para acontecer durante a programação do Festival Floripa na Foto, mas a organização não conseguiu os recursos para realizar o evento. A palestra foi mantida como uma programação isolada. O projeto do festival foi aprovado na Lei Rouanet e no Funcultural, mas não conseguiu a captação e não recebeu a verba estadual devido aos cortes no fundo. Segundo Lu Renata, coordenadora, a realização agora depende da obtenção de recursos. A data prevista é abril.

Serviço

O quê: Palestra “A fotografia contemporânea: uma corrente artística ou cultural?”,  com Michel Poivert

Quando: Sábado (27), 20h

Onde: TAC, rua Marechal Guilherme, 26, Centro, Florianópolis, tel. 3028-8070 / 3028-8071

Quanto: Gratuito (inscrições pelo e-mail cursos@duoarte.com)

+

Floripa na Foto

Loading...