Gal Costa apresenta show em Florianópolis com o violonista de SC Luiz Meira

Apresentação será nesta quarta-feira. No repertório estão Wave, Minha Voz Minha Vida, Eu vim da Bahia, Meu Bem Meu Mal, Força Estranha, Vapor Barato, entre outras

Quinho Mibach/Divulgação/ND

Parceria de Gal Costa e Luiz Meira já existe há quase 20 anos. Repertório transita pelas principais canções da carreira dela

Uma das vozes inspiradoras da Música Popular Brasileira retorna à Capital nesta semana para apresentação especial. Com 50 anos de carreira dedicados à arte, a cantora Gal Costa apresenta em Florianópolis nesta quarta-feira (17), ao lado do violonista Luiz Meira, um show que traz no repertório clássicos da MPB, bossa nova e samba, promovido pelo Jurerê Jazz . A última apresentação da dupla, que tem quase 20 anos de parceria, aconteceu em São Paulo há cerca de três anos. Em Santa Catarina, Gal e Luiz se apresentaram pela última vez em 2010. “Meira é amigo meu, além de um grande músico. Este show significa reencontrá-lo e celebrar ao seu lado a música boa deste Brasil. Ele me chamou e eu vim”, conta Gal Costa.

O show que será apresentado surgiu ainda em 1997 e já circulou por quase todas as capitais brasileiras e fora do país, sendo apresentado em países da Europa, Estados Unidos, Ásia e África. No repertório, estão canções como “Eu Vim da Bahia”, “Azul”, “Meu Bem Meu Mal”, “Força Estranha”, “Chuva de Prata”, “Baby” e “Você Não Entende Nada”. “É um show único. Um concerto particular que encanta as pessoas. Desde que iniciamos, mantemos cerca de 70% do repertório fixo e mudamos algumas canções, às vezes incluindo músicas que não estavam previstas. Surge do improviso”, conta o florianopolitano Meira.

Para o violonista, a parceria com a cantora baiana é também consequência de empatia e entrosamento. “Temos muito intimidade no palco. Se nos entrosamos no primeiro dia, imagina 19 anos depois. E a gente se diverte. Apresentamos esse show pelo mundo inteiro durante quase 17 anos interruptos”, afirma Luiz Meira, que acrescenta ter suas predileções quando se trata das músicas: “’Força Estranha’ é uma das canções que mais gosto de tocar. É uma música que me toca o coração, um momento lindo do show”.

Com a palavra, a voz do tropicalismo – confira breve entrevista com Gal Costa:

Você constantemente se reinventa, prova é o seu último disco “Estratosférica”, que trabalha com batidas eletrônicas. O fato de você se abrir sempre a novos compositores e músicos é uma maneira de continuar criando?

Sim é uma maneira de continuar criando, afinal esse é o ofício de todo artista. Gosto de me reinventar e arriscar, isso tem um bom sabor. O disco “Estratosférica” é um dos meus preferidos.

Você foi uma das principais agentes do movimento tropicália. Desde então, destaca quais movimentos na música brasileira que tenham influenciado o comportamento e maneira de pensar?

Os dois movimentos mais importantes que aconteceram no país foram a bossa nova e o tropicalismo. Não sei de outro movimento que tenha sido mais importante que esses dois. O tropicalismo influenciou muito na estética musical assim como no comportamento, que, naquela época, vinha do movimento hippie.

Sobre o seu processo criativo, como você busca inspiração?

O que me inspira é a paixão pelo canto, pela música. No palco não sinto medo de nada! Tenho que trabalhar, isso me faz rejuvenescer.

“Gal Tropical”, “Aquarela do Brasil”, “Profana”, “Recanto”, enfim, quais álbuns você considera transformadores de sua carreira?

Acho que são bem diferentes um do outro. Aí está minha característica “camaleônica”. Gosto desta ousadia.

O que o público pode esperar do seu show em Florianópolis?

O público pode esperar canções marcantes do meu repertório, mas não cantarei nenhuma do disco “Estratosférica”. Será um concerto bem parecido com os que fiz com Luiz Meira durante alguns anos.

Como é sua parceria com Luiz Meira?

É ótima, gosto muito dele como músico e como pessoa. Trabalhamos anos juntos. Vamos nos juntar para matar a saudade dos velhos tempos.

Saiba mais em www.galcosta.com.br e www.luizmeira.com.br.

O quê: Show Gal Costa e Luiz Meira – Voz e Violão
Quando: 17/8, 21h
Onde: Teatro Ademir Rosa, Centro Integrado de Cultura, av. Governador Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis, tel. 4836642555
Quanto: R$ 220 (quinto lote)

+

Diversão