Instrumentista Naná Vasconcelos se apresenta dia 9 no Palco Lunar do Psicodália, em Rio Negrinho

Ao todo, serão 40 shows com nomes da música nacional e internacional. Além disso, nos cinco dias do evento haverá apresentações de teatro, mostras de cinema, exposições, oficinas e workshops

Divulgação/ND

O percussionista Naná Vasconcelos apresentará o show O Bater do Coração para o público do Psicodália

No auge dos seus 71 anos. o instrumentista Naná Vasconcelos deixará a sua marca na edição deste ano do Psicodália, que ocorre do dia 5 até o dia 10 de fevereiro, na Fazenda Evaristo, em Rio Negrinho.

O show do percussionista será na terça-feira (9), no palco Lunar. Naná já espera ansioso por este dia. “Esta será a minha primeira vez no Psicodália, mas pelo que todo mundo fala e já estou curioso”, brinca. O recifense Naná conta que irá apresentar ao público psicodélico o show “O Bater do Coração”, que segundo ele dura em torno de 1h15 e já vem sendo apresentado há muitos anos, em países como Inglaterra, Japão e também no Brasil.

Sempre alegre e com uma energia contagiante, o músico passeia por todos os estilos, mas afirma que o som que ele tira de seus instrumentos é único. “Eu prefiro contar histórias sem palavras. O que eu faço são coisas que só eu faço. Experiências minhas”, explica.

Nas composições de Naná, um cenário brasileiro através da música instrumental. Nos instrumentos confeccionados por ele, o músico diz que o público irá curtir o som diferente, principalmente naquele instrumento em que ele mais se especializou, o berimbau. “Tudo o que eu faço vem muito do berimbau e será prazeroso tocar aí, principalmente porque o público vai ouvir coisas que não está acostumado”, destaca.

O Psicodália nasceu da necessidade de se abrir espaço para bandas autorais, independentes e alternativas. Para Naná, esta troca entre a juventude e os músicos já consagrados, como ele, dá um toque especial ao festival. “Eu gostaria de estar indo também participar de workshops, porque eu acredito muito nessa geração que brinca com a atualidade, mas não se esquece das suas raízes”, conclui.

Antes do Psicodália, Naná ainda tem um tradicional compromisso com sua cidade Natal. Abrir o carnaval do Recife no Marco Zero, no dia 5, acompanhado do cantor Lenine, da cantora portuguesa Sara Tavares e do Grupo Voz Nagô.

Festival das multiculturas

Além da energia do instrumentista Naná Vasconcelos, o público ainda poderá conferir os shows de Elza Soares, Os Replicantes, A Banda Mais Bonita da Cidade, Nação Zumbi. Ao todo serão 40 shows com nomes da música nacional e internacional. Além disso, nos cinco dias do evento haverá apresentações de teatro, mostras de cinema, exposições, oficinas e workshops.

A Fazenda Evaristo, que abrigará o evento pelo sexto ano consecutivo e tem uma área de 500 mil m² de área verde. Receberá toda uma estrutura de reforço para o Psicodália, com portaria, estacionamento, bares e praça de alimentação 24 horas. A recreação e oficinas para as crianças também estão garantidas. 

O local terá ainda: ambulatório 24 horas, minimercado, feirinha, bazar e cinco grandes áreas de camping arborizadas, equipadas com 250 banheiros, iluminação, limpeza e segurança. Além disso, as atrações naturais prometem diversão à parte, com trilhas, lagoas, cachoeiras e a Tirolesa de 500m, que faz sucesso levando as pessoas para voos sobre a fazenda.

A venda de passaportes é pelo Disk Ingresso e todos os detalhes da programação estão disponíveis no site do festival. www.psicodalia.com.br.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Diversão

Loading...