O punk não morreu em Londres

Ainda é possível encontrar remanescentes do movimento que sacudiu o mundo no final dos anos 70

 

Uma libra pela foto

Punk’s not dead

Foi aqui na Inglaterra que o estilo ‘Punk’ surgiu no fim dos anos 70, com as bandas Sex Pistols e The Clash. Som, atitude e muito visual fazem parte do movimento que ganhou as ruas e hoje está presente em praticamente todo o planeta. Esse doido aí na foto (não eu, o outro) é Quim, 18 anos, natural de Tarragona na Espanha. Ele é vocalista de uma banda de punk-rock e circula pelo centro de Londres cobrando uma libra, para posar para fotos. Paguei, é claro.

Batman

Em Londres, a estreia do novo filme do Batman, “The Dark Knight Rises”, mexeu com a galerinha fã do Homem-Morcego. Nas ruas, na TV, nos jornais e no metrô, o assunto mais comentado era esse. Claro que o incidente nos Estados Unidos também repercutiu e tirou um pouco do brilho da estreia inglesa, mas o pessoal marcou presença nas salas de forma pacífica. Olha só essa galera que a gente encontrou na fila do cinema!!!

Musical

O povo por aqui gosta muito de música, muito mesmo. As lojas de cd, dvd e produtos ligados à música ainda são facilmente encontradas no centro de Londres. Pelo Brasil, as que não fecharam, resistem bravamente, lutando contra o desinteresse da população e a forte pirataria. Os fones de ouvido são acessórios indispensáveis. Principalmente aqueles do rapper norte-americano Dr. Dre, que estão na moda também entre os boleiros brasileiros. Neymar tem um.

Puxão de orelha

Estava parado em Picadilly Circus, no centro de Londres, aguardando meu companheiro Clayton Ramos e algumas pessoas vieram me pedir informações turísticas. Gentilmente, quando eu não sabia o destino, encaminhava os turistas para uma banquinha, localizada ao lado, que vende lembranças da cidade. Fiz isso umas três vezes. Na quarta, o dono da banquinha levantou e me passou um verdadeiro sermão com direito a palavrão em inglês e tudo. Ele disse: “Se você não sabe onde fica, não manda pra mim. Tenho cara de guia-turístico, por acaso?”. Calma tiozinho!!! Traz uma água com açúcar pra ele. Esse ingleses mau-humorados….

Bateu a saudade

Longe de casa a mais de uma semana. Não, não é a musica da extinta banda Blitz. É saudade mesmo. Mas a experiência tem sido única. Estar no país das olimpíadas é algo marcante para todo jornalista. Eque os jogos ainda não começaram. O próximo dia 27 vai entrar para história. Evai ser bom fazer parte dela.

Transmissão – Os Jogos Olímpicos de Londres 2012 serão transmitidos com exclusividade na TV aberta pela RIC Record. A cerimônia de abertura está marcada para o dia 27 de julho.