Pão e Vinho

Conheça os tipos de vinho, as características de cada um, as maneiras de harmonizar a bebida com as mais variadas refeições.


Weizenbier: a cerveja do verão europeu conquista os catarinenses

A Weizenbier é uma cerveja produzida em quase todas as microcervejarias catarinenses. Um estilo que conquistou produtores e cresce no gosto dos consumidores

A Weissbier ou Weizenbier, a cerveja do verão europeu, está conquistando os catarinenses. Alternativa à Pilsen, ela é originária da Baviera, região sul da Alemanha. Clara, com espuma densa e abundante, a Weissbier é muito aromática, rica em notas frutadas, principalmente de banana, e de especiarias como o cravo. No paladar é muito fresca e bastante cremosa.

Weissbier ou Weizenbier significa cerveja branca. Ela é feita pelo menos com 50% de malte de trigo. É o trigo que atribui maciez e frescor à Weizenbier. E a proteína do cereal garante o nobre colarinho. A Weizen leva pouco lúpulo e, por isso, tem baixo amargor.

Vale lembrar que os babilônios, que viveram na antiga região da Mesopotâmia entre 1.900 e 1.600 a.C., faziam cerveja com trigo. Foi na Idade Média que a cevada ganhou a cena e passou a ser a principal matéria-prima para se fazer o chamado “pão líquido”. 

À mesa, a Weizenbier é muito versátil. Ela entra onde o vinho tem dificuldades e acompanha bem pratos condimentados e picantes das cozinhas orientais e mexicana. Vai bem com preparos gordurosos, comida alemã, pratos com carne suína, eisbein, kassler, salsichas, pato, preparos com ovos, queijos – inclusive de leite de cabra –, salames e embutidos em geral, inclusive defumados. É ótima com frutos do mar e peixes gordurosos. É também companheira do sushi e do sashimi.

Quase todas as microcervejarias catarinenses produzem a Weizenbier. Provamos alguns rótulos dessa cerveja:

Eisenbahn Weizenbier – Cervejaria Eisenbahn – Blumenau – SC

João Lombardo/ND

Elaborada com maltes de trigo e cevada. Teor alcoólico de 4,8%. Cor amarelo palha, turva. Coroa de espuma firme. Aromas de cereais e frutas como a banana, tutti-frutti, papaia. Especiarias, cravo. Paladar fresco, muito carbanotada, cremosa, macia.

Bierland Weizen – Cervejaria Bierland – Blumenau – SC

João Lombardo/ND

Elaborada com maltes de cevada e trigo. Teor alcoólico de 5%. Cor palha claro, coroa densa. Aromas de frutas, banana, doce de banana, especiarias igualmente doces, cravo e baunilha. Boca macia, cremosa, levíssimo amargor final.

Saint Bier Weiss – Cervejaria Santa Catarina – Forquilhinha – SC

João Lombardo/ND

O rótulo fala apenas que é uma cerveja de trigo. Teor alcoólico de 5%. Cor palha claro, turva, coroa de espuma densa. Aromas de cereais, toques frescos, notas discretas de frutas e especiarias, banana e cravo. Boca com agradável equilíbrio entre frescor e amargor, cremosa.

Paulaner Hefe Weissbier Naturtrüb – Cervejaria Paulaner – Alemanha

João Lombardo/ND

Feita com malte de trigo e de cevada. Teor alcoólico de 5,5%. Aromas frutados mais discretos, banana, perfumes de cereais. Especiarias também discretas, cravo principalmente. Boca refrescante, amargor baixíssimo, boa intensidade, longa no paladar (Casa Flora / Porto a Porto)

Loading...