Mistério desvendado: identificado o líquido achado em vaso chinês de 2 mil anos

Álcool encontrado dentro do recipiente na China era usado para parar sangramentos e combater inflamações

Em maio de 2020, arqueólogos encontraram na China, durante escavações, um vaso em forma de cisne de mais de 2 mil anos. Dentro do recipiente, que estava na localidade de Sanmenxia, havia um líquido marrom que não foi identificado na época. As informações são dos sites People’s Daily e History.

O líquido era desconhecido quando descoberto – Foto: Li Lijing/Xinhua/ReproduçãoO líquido era desconhecido quando descoberto – Foto: Li Lijing/Xinhua/Reprodução

Depois de muitas pesquisas e testes, foi confirmado pelos pesquisadores que os três litros do líquido se tratava de álcool datado do início da dinastia Han Ocidental (206 aC – 24 dC).

Esse tipo de álcool era usado na época para parar sangramentos e combater inflamações. “Agora vamos continuar a analisar os isótopos de carbono e nitrogênio, além de fazer outras pesquisas no líquido, para obter mais informações sobre suas matérias-primas, processo de fabricação e funções”, disse Yang Yimin, professor da Universidade da Academia Chinesa de Ciências, ao canal History.

O líquido foi encontrado em uma tumba, de um homem com cerca e 1,80m de altura. A causa da morte dele ainda não foi identificada, mas dentro da tumba havia outros objetos, entre eles um capacete e uma espada feita de ferro e jade.

+

Documentos