Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Carne cara e tanto faz se é de primeira ou de segunda

Consumidor se defende, sempre

Consumidor se defende, sempre. Ano passado, a indústria aumentou com força o preço da carne bovina, fenômeno que continua a acontecer em 2021.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil/NDMaisFoto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil/NDMais

Com picanha, filé mignon e alcatra custando os olhos da cara, o que fez o povão? Correu para os cortes mais em conta do dianteiro, tipo acém, paleta e peito. E aí, o que fez a indústria? Reajustou em dobro o custo destes cortes chamados de “segunda”, hoje já encostados nos cortes de “primeira”.

Daí que o consumidor vai se defender de novo. Deixará de comprar carnes bovinas com mais frequência e trocará por proteínas de custo menor, de suínos e frangos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.