Catarinense Hemmer é comprada por dona de tradicional marca de ketchup

A Kraft Heinz e a empresa blumenauense confirmaram a transação, que não teve o valor divulgado

A empresa norte-americana Kraft Heinz Company, dona das marcas Heinz, Quero e Kraft no Brasil, anunciou nesta quinta-feira (23) a compra da catarinense Hemmer Alimentos.

Loja física da Hemmer Alimentos em Blumenau – Foto: Divulgação/InternetLoja física da Hemmer Alimentos em Blumenau – Foto: Divulgação/Internet

A tradicional empresa de Blumenau, que tem 106 anos de história e é famosa pelas conservas e condimentos, confirmou que os acionistas aceitaram a proposta feita pela multinacional.

De acordo com a nota oficial divulgada pela Hemmer, a operação segue em sigilo contratutal e a conclusão da negociação depende da aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

A empresa também ressalta que a negociação “não interfere na operação, crescimento e cultura da companhia”. Confira a nota:

NOTA OFICIAL – HEMMER ALIMENTOS

A Hemmer informa que os acionistas controladores optaram pelo aceite da proposta de aquisição do controle societário da companhia Kraft/Heinz. A finalização da operação depende de aprovação do Cade e segue em sigilo contratual.

Tal decisão não interfere na operação, crescimento e cultura da companhia como acontece até o momento.

A diretoria da companhia externa seu comprometimento em promover a sinergia entre os negócios, bem como o bom relacionamento que será mantido com colaboradores, fornecedores e clientes”.

Parque fabril da Hemmer em Blumenau – Foto: DivulgaçãoParque fabril da Hemmer em Blumenau – Foto: Divulgação

Os valores da transação não foram divulgados, mas conforme a publicação Pipeline Negócios, do Grupo Valor Econômico, que divulgou a venda, o movimento é um passo importante para a empresa catarinense, que fatura um valor equivalente e um quarto das vendas da Kraft no Brasil.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Economia Brasileira

Loading...