Comportamento do consumidor muda com a crise econômica

Pesquisa da PwC divulgada nesta semana mostra que o brasileiro está mais cuidadoso com os seus gastos e que cortou despesas

Uma radiografia precisa e muito interessante sobre os hábitos de consumo dos brasileiros foi divulgada na quarta-feira (08/03) pela PwC. A pesquisa “Total Retail 2017” mostrou, por exemplo, como a crise econômica histórica dos últimos anos mudou alguns hábitos no país.

Para começar, 63% dos 1.016 entrevistados no Brasil disseram que com a crise eles passaram a fazer mais pesquisas entre diferentes varejistas para encontrar melhores ofertas. Depois, 46% passou a visitar mais frequentemente os varejistas para procurar melhores ofertas.

Consumo consciente - Bruno Ropelato
Seis em cada 10 brasileiros passaram a fazer mais pesquisas de preços em diferentes varejistas para buscar as melhores ofertas e fazer o dinheiro de cada mês render mais revela pesquisa da PwC – Bruno Ropelato/ND

Fez parte da estratégia de 49% dos consumidores para enfrentar a crise diminuir as visitas a restaurantes, bares e outras formas de entretenimento, e 43% passou a restringir as compras apenas a produtos de primeira necessidade, como comida, bebida, saúde e similares. Ou seja, a pesquisa dimensiona o que os varejistas já vinham sentindo no dia a dia em SC.

Interessante que a pesquisa também aponta a intenção de consumo das pessoas em um cenário de melhora da economia – o que se espera, especialmente, para o segundo semestre deste ano. Entre os entrevistados, 41% disse que pretende aumentar as visitas a restaurantes, bares e outros tipos de entretenimento e 41% afirmou que vai manter os comportamentos atuais de consumo e poupar dinheiro.