Em carta, consórcio de governadores pede retomada do auxílio emergencial

Comunicado é assinado por nove governadores de estados que fazem parte da chamada Amazônia Legal

Governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal divulgaram, no domingo (7), uma carta na qual pedem a retomada imediata do pagamento do auxílio emergencial, destinado a famílias de baixa renda, e da habilitação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal pedem a retomada do auxílio emergencial – Foto: Divulgação/ Marcello Casal Jr/Agência Brasil/Governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal pedem a retomada do auxílio emergencial – Foto: Divulgação/ Marcello Casal Jr/Agência Brasil/

O texto é assinado pelos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB); do Acre, Gladson Cameli (PP); do Amapá, Antônio Waldez (PDT); do Amazonas, Wilson Lima (PSC); do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM); do Pará, Helder Barbalho (MDB); de Rondônia, Marcos Rocha (sem partido); de Roraima, Antonio Denarium (sem partido); e do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM).

“Enfatizamos que, neste momento, é vital a retomada da habilitação de leitos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), sob pena de se agudizar o problema do subfinanciamento em meses decisivos no enfrentamento à pandemia”, escreveram os nove líderes dos Executivos estaduais.

Dados mais recentes do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass) atualizados em 20 de janeiro apontam que, em todo o país, quase 13,3 mil leitos do SUS estão sem habilitação federal. Por outro lado, 6.586 leitos têm habilitação federal.

“Do mesmo modo, temos a expectativa de que ocorra a retomada imediata do auxílio emergencial, pois a persistência da pandemia gera múltiplos efeitos econômicos e sociais, demandando medidas compensatórias para as famílias”, complementaram, ao pedir apoio do governo do presidente Jair Bolsonaro. Leia na íntegra a carta.

+

Economia Brasileira