Novas parcelas do auxílio emergencial podem não sair. Entenda!

Presidente Jair Bolsonaro falou a imprensa sobre o auxílio emergencial e explicou os problemas de liberação de novas parcelas

Em coletiva no Maranhão, onde visitou o Centro de Lançamento de Alcântara, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre o auxílio emergencial. No evento ele participou de uma cerimônia para entrega de títulos de propriedade rural. Durante a entrevista, ele não garantiu novas parcelas do benefício.

Auxílio emergencial ainda não está confirmado, nem mesmo o valor – Foto: Léo Munhoz/NDAuxílio emergencial ainda não está confirmado, nem mesmo o valor – Foto: Léo Munhoz/ND

O que está havendo, de acordo com o presidente, é um estudo. Trata-se de numa parceria com o parlamentares para tentar aprovar o benefício. Assim, até o momento não tem nada confirmado.

“O auxílio emergencial não pode ser eterno, porque isso representa um endividamento muito grande, e ninguém quer o país quebrado. No momento, nossa equipe está estudando junto com parlamentares. Com toda certeza… mas pode não ser… a partir de março. Três a quatro meses, mas temos que ter responsabilidade fiscal”, disse o presidente.

Bolsonaro aproveitou o evento para criticar medidas extremas, como o fechamento do comércio.

“Tem que acabar com esta história de fechar tudo, tem que cuidar dos mais idosos e dos que têm comorbidades. De resto, tem que trabalhar”, afirmou o presidente, que alertou para o risco da volta da inflação.

+

Economia Brasileira